PUBLICIDADE

Cinco itens que devem ser evitados no primeiro dia na academia

A constância é que ajuda na construção de resultados

1 abr 2024 - 10h00
(atualizado em 2/4/2024 às 14h55)
Compartilhar
Exibir comentários

O início do ritmo de treinos na academia é cercado de expectativas, ou seja, muitas pessoas costumam ir com "sede ao pote", mas se perdem com algumas exigências. Dessa maneira, o Sport Life vai citar cinco itens que devem ser evitados no primeiro dia na academia com a ajuda do personal trainer Bruno Sapo.

Primeiro dia na academia
Primeiro dia na academia
Foto: Shutterstock / Sport Life

Os cinco itens que devem ser evitados no primeiro dia na academia

Uso de suplementos

"Iniciante não precisa de suplementos. Criar o hábito de ir, melhorar a qualidade de sono e melhorar a alimentação já trarão os benefícios desejados para quem está começando, e, também, para muitas pessoas experientes", disse Bruno.

Treinos longos

"Treino longo pode afastar iniciantes. Uma das principais justificativas que as pessoas usam pra não treinar é a falta de tempo. Enxugar o treino, fazer o básico, bem feito de 45 a 60 minutos no máximo é uma estratégia interessante", falou.

Intensidade

O exagero acontece principalmente para quem está na ânsia por resultados. "O exagero no mínimo vai causar dores musculares intensas, que irão afastar uma pessoa do treino, criará uma memória ruim do exercício, o que faz com que sua cabeça entre em modo de fuga toda vez que você pensar em treinar e em longo prazo a tendência é parar. Ainda mais grave, o aumento repentino de volume pode potencializar lesões e reduzir a imunidade", detalhou o profissional.

Treino de praticante experiente

"Faça o seu treino, que o profissional de educação física passou, com a progressão, sem pular etapas para que você consiga colher todos os benefícios do exercício", alegou.

Respeito ao limite

Tudo se encaixa conforme a condição de uma pessoa, ou seja, pense primeiramente em manter-se em movimento. "Vai depender de cada pessoa, do seu passado esportivo, lesões, quanto tempo está parada, se não faz musculação, mas treina outros esportes, objetivos e etc. Nenhum está completamente fora de questão, mas uma progressão é recomendada", concluiu Bruno Sapo.

Sport Life
Compartilhar
Publicidade
Publicidade