1 evento ao vivo

Canela no combate à infecções

8 ago 2018
07h12
  • separator
  • comentários

Referência:

Preocupações com a resistência aos antibióticos estão atingindo um pico, e a corrida está em busca de novos compostos para substituí-los. Um novo estudo sugere que a canela pode oferecer uma ajuda. Ao longo de inúmeras gerações, um número crescente de espécies bacterianas desenvolveu resistência aos antibióticos. Isso significa que as infecções que antes eram fáceis de tratar agora são impermeáveis ??aos antibióticos. É um problema global crescente. De fato, a Organização Mundial de Saúde (OMS) refere-se à crise de resistência a antibióticos como "uma das maiores ameaças à saúde global, segurança alimentar e desenvolvimento hoje". Por estas razões, é vital que encontremos outras formas de combater eficazmente as infecções sem o uso de antibióticos. Muitos estudos anteriores relataram atividade antimicrobiana do óleo essencial de canela, mas não é amplamente utilizado na indústria farmacêutica.

Em particular, o novo estudo concentrou-se em um componente do óleo de canela chamado Cinamaldeído (CAD), que é responsável pelo sabor e aroma característicos da canela. Suas descobertas foram publicadas recentemente na revista Microbiology. Os pesquisadores queriam testar se o CAD poderia quebrar os biofilmes, que são camadas pegajosas que geralmente são responsáveis ??por infecções persistentes que nem os antibióticos conseguem atingir. O exemplo mais conhecido de biofilme é a placa encontrada nos dentes. Para se reunir e formar biofilmes, as bactérias precisam se comunicar umas com as outras para construir essa estrutura complexa. Os pesquisadores imaginaram se o CAD poderia interromper esse evento altamente orquestrado. Para seus experimentos, eles usaram Pseudomonas aeruginosa, uma bactéria comumente responsável por infecções em pessoas com sistema imunológico reduzido, como indivíduos com câncer, diabetes ou fibrose cística.

Quando o CAD foi testado contra biofilmes bacterianos, foi demonstrado que ele os quebra em mais de três quartos dos casos. Também pareceu impedir a formação de biofilmes e impedir a disseminação de bactérias. Os seres humanos têm uma longa história de uso de produtos naturais para tratar infecções, e há um foco renovado em tais compostos antimicrobianos.

Referência

https://www.medicalnewstoday.com/articles/322458.php?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_country=BR&utm_hcp=no&utm_campaign=MNT%20Weekly%20%28non-HCP%20non-US%29%20-%20OLD%20STYLE%202018-07-18&utm_term=MNT%20Weekly%20News%20%28non-HCP%20non-US%29

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade