PUBLICIDADE

Stranger Things e saúde mental: o que os personagens tem a nos ensinar

Muitas pessoas, principalmente de temperamentos mais intervertidos, acabam se machucando por não saberem lidar com suas dores

30 jun 2022 - 14h27
(atualizado às 15h06)
Ver comentários
Publicidade
stranger things e saude mental
stranger things e saude mental
Foto: Netflix / Personare

Confessa aí: às vezes a vida não parece que está na vibe do mundo invertido mostrado em Stranger Things? Se ainda não olhou a série da Netflix, alerto que este texto possui spoilers, principalmente da 4ª temporada. Mas mais do que falar (bem) dela, venho trazer um alerta: Stranger Things traz questões de saúde mental importantes.

Não sei se foi sem querer querendo, mas o boné do Dustin diz tudo: "thinking cap" -traduzindo, "boné do pensamento". Essa última temporada trouxe um vilão mais consciente, que sabe o que faz para atormentar mentalmente suas vítimas.

Mas ele não contava com a astúcia da turma de Howkins, seu espírito aventureiro e de equipe que conseguiu desvendar senão o enigma inteiro, uma parte importante para poder ajudar pelo menos sua amiga Max.

Uma coisa bem legal que o seriado mostra é a força do grupo. Cada personagem com um temperamento diferente faz com que a química da turma funcione bem. Você já ouviu falar nos 4 temperamentos — Colérico, Sanguíneo, Melancólico e Fleumático?

Temperamento é a característica pessoal é como um tempero que adoça ou torna amarga a vida. Entenda aqui cada um dos quatro temperamentos e identifique o seu. Afinal, se não soubermos lidar com o lado sombrio de cada temperamento, podemos sofrer muito.

Como saber qual é o meu temperamento?

Todos nós possuímos características acentuadas dos temperamentos, e ao longo da vida vamos amadurecendo e aprendemos a lidar com elas.

Os temperamentos mais extrovertidos são o colérico e sanguíneo. E os introvertidos são o melancólico e o fleumático. Se precisar de ajuda, me mande um e-mail que te envio o teste.

Voltando para a série Stranger Things, temos alguns representantes bem característicos dos temperamentos, já outros não são tão óbvios. Vem ver e veja se você se identifica! 

Colérico

É o líder, mandão, movido a desafios, que precisa e muito desenvolver a paciência. Quando vibra no seu lado sombrio, é aquele que faz bullying. Mas quando a força está com ele, pode ser um grande líder.

Em Stranger Things, temos pelo menos 3 personagens que se encaixam muito bem:

  • A própria Onze/Jane - quando braba, sai de baixo!
  • A Joyce Byer, mãe do Will e do Jonathan, mostra o lado obstinado desse temperamento. Já viu mãe mais determinada em salvar e ajudar o filho?
  • E o último é o Jim Hopper, com seu jeito mandão.

Sanguíneo

É o popular, influente, comunicador, é o verdadeiro arroz de festa. E os representantes fofos na série são:

  • Dustin Henderson, queridão!
  • Steve Harrington, sendo este literalmente o popular.

Melancólico

Profundo, reservado, introspecto. Em Stranger Things, temos:

  • Will Byer, personagem super fechado no seu mundo e quase sucumbiu mais de uma vez aos perigos do mundo invertido. O que provavelmente o salvou na primeira temporada da série foi a música.

Fleumático

Muitas vezes difícil de detectar, costuma ter excesso de prudência, muito medo. É o perfeito moderador do grupo, pois pondera todos os lados da situação com muita calma. Super pontual com suas observações, vai direto na ferida.

  • Lucas Sinclair poderia se encaixar aqui. Muito receoso no início, com a entrada da Onze para a turma. Mega precavido, brigou com os amigos. Mas nada melhor que bons argumentos para convencer alguém desse temperamento.
  • Murray Bauman também mostra o lado mais excêntrico desse temperamento, chegando a ser paranóico com seu nível de precaução e cuidado. Sobre ir direto na ferida, lembra como ele foi direto com os dois casais da série que foram ao seu encontro, deixando bem as claras o que eles estavam escondendo deles mesmos?

Deixo um desafio: Qual você acha que é o temperamento dominante dos irmãos Mike e Nancy Wheeler?

Quando que o temperamento pode fazer mal?

Quando ficamos muito reservados e não colocamos para fora o que nos perturba, podemos chegar a problemas bem sérios. Se não fosse a turma ajudar, a Max que o diga!

Muitas pessoas, principalmente de temperamentos mais intervertidos, acabam se machucando por não saberem lidar com suas dores.

Se percebessem que a sua característica de introversão pode ser usada para explorar o seu mundo interior de uma forma mais produtiva e artística, se sentiriam bem melhores consigo mesmos.

Existem vários introvertidos que viraram cantores ou artistas, sabia? É porque encontraram na arte uma forma de lidar com seus excessos de pensamentos e introspecção.

Quando não sabemos lidar com nossas questões, podemos deixar que um Vecna da vida perturbe nossa paz interior e a dor é tanta que se sente a necessidade de se machucar para tornar aquela dor real.

Acredite: não precisamos chegar a tanto. Para lidar melhor com o seu temperamento, siga as dicas:

  1. Primeiro, identifique seu temperamento.
  2. Depois, veja formas de melhor lidar com ele, usando o seu potencial de criação (veja aqui dicas para cada temperamento).
  3. Converse com os amigos, a família e, se achar necessário, busque ajuda profissional. Estou aqui se você precisar (veja aqui minha consulta online). É conversando e colocando para fora que a gente se entende!
  4. Em resumo: os mais extrovertidos precisam gastar seu excesso de energia, normalmente em esportes. Já os introvertidos encontram na arte uma forma de lidar com o seu mundo interno.

O post Stranger Things e saúde mental: o que os personagens tem a nos ensinar apareceu primeiro em Personare.

Andrea Leandro (andrelis.2@gmail.com)

- Terapeuta Floral, Mestre Reiki, Consultora em Harmonização de Espaços (internos - autoconhecimento e externos - ambiente ao seu redor). Facilitadora de Círculos de Paz e dos 26 Movimentos do BRAIN GYM®. Instrutora de Meditação e Yoga para Crianças e Adolescentes.

Personare
Publicidade
Publicidade