PUBLICIDADE

Alimentação nas férias: 5 dicas para manter a saúde sem perder o sabor

Nutricionista revela maneiras simples de deixar a dieta nutritiva e gostosa ao mesmo tempo

14 dez 2021 11h10
ver comentários
Publicidade
Alimentação nas férias
Alimentação nas férias
Foto: Shutterstock / Sport Life

A alimentação nas férias, geralmente, foca apenas no sabor e na praticidade, deixando todos os outros aspectos em segundo plano. Afinal, esse é o momento mais aguardado por todas as pessoas que trabalharam duro durante o ano e, agora, terão os seus merecidos dias de lazer e descanso.

No entanto, se você é mais um daqueles que seguiu as nossas dicas de nutrição e saúde durante o ano e não quer jogar toda essa dedicação no lixo, fique tranquilo. Nós também temos a solução para você ter uma boa alimentação nas férias, sem que isso interfira no divertimento e, muito menos, consuma o seu precioso tempo de descanso.

Com o auxílio da nutricionista Danielle Toledo, separamos algumas dicas importantes para você manter a alimentação nas férias com saúde e sabor. Confira:

1 - Evite alimentos muito pesados durante as férias

O verão, como todos sabem, é a época mais quente do ano. E, no calor intenso, é comum que a nossa capacidade digestiva diminua um pouco. "Isso ocorre porque o apetite pode ficar reduzido ao calor intenso. Por isso, para garantir a nutrição adequada é preciso escolher alimentos frescos, leves e que ajudem o corpo a repor a água perdida pelo suor", afirma Danielle. Uma boa dica é tentar evitar pratos pesados como feijoadas, massas mais elaboradas ou qualquer outra coisa que não lhe caia bem.

2 - Priorize alimentos naturais

Segundo a nutricionista, durante as férias, o ideal é apostar em alimentos com alto teor de água. Exemplos: melancia, abacaxi e laranja. Além disso, a ingestão de líquidos também é fundamental. Além da tradicional água, você ainda pode optar por água de coco e chá de hibisco - que ajudam a desinchar. Para montar refeições salgadas, uma boa alternativa é associar vegetais crus - alface, agrião, escarola, rabanete, cenoura, pepino e tomate - com uma fonte magra de proteína (frango ou peixe).

3 - Gosto mesmo é de churrasco. E agora?

Sem crises. A alimentação nas férias não pode ser restrita. Portanto, aquele churrasquinho está mais do que liberado. Agora, se você pretende manter hábitos fitness e saudáveis, existem algumas dicas que podem te ajudar. Como, por exemplo, dar preferências para cortes com menos teor de gordura. "Trata-se de contrabalancear o consumo. Você pode ingerir um pedaço de carne vermelha e depois alternar entre espetinhos de frango, peixe e até legumes. Na brasa, tudo fica uma delícia", completa Danielle.

4 - Não tenha vergonha de levar marmita para as férias

Se você está totalmente focado e não quer, de jeito nenhum, comprometer a alimentação nas férias, a solução é levar a boa e velha marmita. "Na térmica ou marmita, você pode ter sucos de frutas naturais, água com gás e limão, chás gelados, petiscos saudáveis, lanches naturais, salgadinhos orgânicos, frutas secas ou desidratadas e cookies integrais", recomenda a nutricionista.

5 - Não terei férias no fim do ano. Mas, quero relaxar. O que eu faço?

Muitas pessoas não terão descanso no fim do ano e vão continuar com suas atividades e obrigações diárias. Mas, a vontade de celebrar o Natal e a chegada de um novo ano vão continuar presentes. Fator que pode provocar a quebra da alimentação saudável. Nesse caso, a recomendação de Danielle é levar sanduíches leves, castanhas, nozes, amêndoas e frutas secas na mochila.

São itens saborosos, saudáveis e práticos, que podem aliviar esse desejo de comer besteiras. Outra recomendação para quem não vai ter férias é tentar parar em algum estabelecimento para desfrutar de uma água de coco ou um suco natural. Mas, atenção nada de pedir aquele famoso combo gorduroso para acompanhar.

Fonte: Dra. Danielle Toledo, nutricionista do Grupo Conexa.

Sport Life
Publicidade
Publicidade