1 evento ao vivo

A dieta do pai pode afetar a saúde em longo prazo do seu filho

6 set 2018
07h11
  • separator
  • 0
  • comentários

Novas pesquisas mostraram que a falta de proteína na dieta do pai afeta a qualidade do esperma, o que pode ter um impacto direto na saúde em longo prazo de seus filhos. O estudo - "Dieta paterna programa a saúde da prole através de vias específicas de espermatozóides e de plasma seminal em camundongos" - realizado na Universidade de Nottingham alimentou ratos machos com uma dieta de baixa qualidade que resultou em excesso de peso, com sintomas de diabetes tipo 2 e expressão reduzida de genes que regulam o metabolismo da gordura. Pesquisadores das Escolas de Medicina e Biociências da Universidade de Nottingham publicaram um relatório em PNAS mostrando que tanto o espermatozóide quanto o fluido em que são transportados (plasma seminal) de camundongos machos alimentados com uma dieta pobre em proteína podem afetar a saúde metabólica de longo prazo da prole.

Tem havido muita pesquisa mostrando que os espermatozóides de homens que estão acima do peso, fumam, bebem excessivamente ou que têm diabetes tipo 2 são frequentemente de pior qualidade do que os espermatozóides de homens saudáveis ??e férteis. No entanto, pouco se sabe sobre o impacto de tais fatores de estilo de vida na saúde em longo prazo dos filhos de um pai. Este novo estudo preenche essa lacuna na nossa compreensão, usando um modelo de rato para explorar o crescimento em longo prazo e a saúde metabólica dos filhos de machos alimentados com uma dieta de baixa qualidade. O estudo, realizado em camundongos, descobriu que machos alimentados com uma dieta pobre em proteínas produziam espermatozóides com menos marcas químicas no DNA que regulam a expressão genética do que os ratos alimentados com uma dieta normal. Os pesquisadores também observaram que o plasma seminal suprimia as respostas inflamatórias e imunológicas maternas, essenciais para uma gravidez saudável.

Os pesquisadores acreditam que a saúde da prole de um pai é afetada tanto pela qualidade da informação genética de um pai transmitida dentro do espermatozóide na concepção, quanto pelo ambiente uterino materno preparado com plasma seminal no qual o embrião se desenvolverá. Durante a concepção natural, os espermatozóides depositados no trato reprodutivo feminino são banhados em plasma seminal, o que pode, por si só, influenciar os resultados da gravidez. O estudo mostra que a composição do plasma seminal pode ser alterada pela dieta do pai e que isso também pode influenciar o bem-estar da prole.

Referência

Adam J. et al. Paternal diet programs offspring health through sperm- and seminal plasma-specific pathways in mice.  Proceedings of the National Academy of Sciences , 2018; 201806333 DOI:  10.1073/pnas.1806333115

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade