0

SONO: com um pouco de humor e algumas dicas tudo pode melhorar

15 jan 2018
17h27
  • separator
  • comentários

Créditos de imagem: Mãe com Prosa, soul mãe.

Foto: Mãe com Prosa

Recebi essa imagem na semana passada e caí na gargalhada.

Foto: Soul Mãe
Foto: Soul Mãe
Foto: Mãe com Prosa

Foto: Soul Mãe

Acredito que quase toda mãe ou pai deve ter tido a mesma reação - quem nunca levou um susto desse no meio da madrugada?

Na cena mais recente, minha bebê estava metade sonâmbula, metade brava, e repetia as conhecidas silabas: "Bu… Bu… Bu-bu… Bu-bu…" (ela chama a chupeta de bubu). Lembro que fui arrancada de um sonho bem maluco e minha expressão deve ter sido muito parecida com essa do meme.

Falando em sono…

Comigo a história com o sono até agora foi leve, não posso me queixar. Iara sempre dormiu sozinha no quarto dela e depois dos seis meses, raramente acordou a noite. Isso até poucos meses atrás, quando o berço foi substituído pela caminha e a liberdade de ir e vir vive me trazendo sustos na madrugada. Ou acordar e me surpreender com um bebê dormindo entre as pernas ou com uma bunda de fralda pulando na minha cabeça.

Acontece que a foto que me fez cair na gargalhada não deve ter sido tão engraçada para os pais que enfrentam dificuldades com o sono no dia a dia. Pais e, principalmente, mães que vivem a exaustão de passar até mais de ano sem dormir uma noite não fracionada. Já vi muitos relacionamentos acabarem por conta do stress amplificado pela falta de noites de sono. Alguns pais ainda conseguem se dividir para amenizar o cansaço, outros não têm a mesma sorte. E assim a vida passa e um dia tudo se ajusta.

Tenho um casal de amigos com uma filha de quase dois anos que acorda de duas em duas horas até hoje e se recusa a desmamar. Eles, exaustos, já não sabem o que fazer e eu, ouvindo o relato deles, só conseguia pensar no que aprendi nessas entrevistas da vida, de que o problema geralmente começa na forma como os pais lidam com essa dificuldade.

Também foi nessas entrevistas da vida que eu conheci a Sônia Sertório, uma consultora do sono que tem vários truques para ajustar os hábitos noturnos da família. Em um dos nossos papos, pedi para a Sônia apontar três mitos e três erros que os pais costumam cometer na hora de colocar o bebê para dormir. A resposta dela me pareceu reveladora na época

TRÊS MITOS SOBRE O SONO DO BEBÊ:

1) Ficar no colo pode acostumar o bebê a não dormir sozinho - é

importante lembrar que o colo não traz maus hábitos de sono;

2) O bebê precisa de silêncio para dormir - ao contrário desse mito, alguns ruídos como o som do útero podem até acalmar.

3) Deixar sem dormir de dia pode melhorar as noites - também não é verdade, pois quanto mais
exausto o bebê estiver, mais difícil pode ser a noite.

TRÊS COISAS QUE OS PAIS NÃO DEVEM FAZER:

1) Balançar o bebê para dormir;

2) Manter a luz acesa na hora do soninho;

3) Durante as mamadas, evitar que o bebê sugue até adormecer.

São dicas simples, né? Pode funcionar com muita gente.

Mas sono é um assunto complicado. Para muitos não é tão simples assim, por isso a Sônia Sertório topou fazer uma parceria com o #MCP. A ideia é uma série falando de cada fase da criança e com várias dicas legais como essas.

Pra começar, quem quiser fazer perguntas para a Sônia, é só comentar no post.

Até a próxima!

Mãe com Prosa soul mãe

Mãe com Prosa

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade