2 eventos ao vivo

Como ensinar seu filho a ser patriota quando você não tem sido

27 jun 2018
09h41
atualizado em 25/9/2018 às 14h50
  • separator
  • comentários

A Copa do Mundo nunca esteve tão desanimada lá em casa. Eu até comprei, ou melhor, uma amiga minha comprou, camisas do Brasil para Elisa e Manu assistirem ao jogo do Brasil na escola. Mas é a camisa do Neymar, mamãe! É meninas, não há nada que eu possa fazer… Manu foi vestida, Elisa deixou guardada na mochila.

Foto: Mãe com Prosa

Ah, e tem também as bandeirinhas do Brasil que  esqueci de pendurar e estão perdidas em algum canto da casa.

Fiquei pensando como as minhas Copas eram divertidas na infância. Orgulho danado vestir aquele shortinho verde da Adidas com a camiseta Hering Amarela. Procurei e, pena, não encontrei uma foto minha com a Fran (minha irmã), as duas uniformizadas, segurando uma bola de futebol com sorriso no rosto. Era uma época especial a da Copa.

E torcer na Copa tem tudo a ver com ser patriota, né? Torcer pela vitória do Brasil está super ligado ao nosso nível de amor pelo país e olha, vou ser super honesta, minha relação com o Brasil anda estremecida. E aí me sinto completamente culpada, afinal, minhas filhas são brasileiras e não deveriam ouvir da mãe que nosso país é sensacional e que devemos torcer por ele? Será que deveriam, gente?

Mas faz tempo que tenho falado mal de tudo o que tenho visto, não suportado os rumos da política e me tornado uma brasileira sem muita esperança (tem coisa pior para uma mãe?) e tentado manter meu desencanto disfarçado, com a ilusão de não atrapalhar a admiração que minhas filhas têm pela nação canarinho.

Mas a Copa derrubou a minha máscara. Como disfarçar meu total desinteresse pelo desempenho do nosso país? Meu desprezo pelo comportamento egocêntrico do nosso maior astro que muda o penteado a cada jogo? Como evitar a tristeza de não ter um Lukaku, atacante da Seleção da Bélgica, como referência para as minhas filhas? Como fingir que esqueci completamente do jogo de hoje ao marcar um médico para Elisa no fim da tarde?

Não me empolgo com a participação do Brasil na Copa, não botei bandeira no meu retrovisor, não pintei o rosto das meninas e estou aqui ainda tentando encontrar uma maneira de incentivar o patriotismo delas antes que o mundial acabe. Alguém me ajuda?

Outros textos de Michelle Póvoa Dufour

Acesse nosso site: www.maecomprosa.com.br

O post Como ensinar seu filho a ser patriota quando você não tem sido apareceu primeiro em Mãe com Prosa.

Mãe com Prosa

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade