PUBLICIDADE

Em meio ao tempo seco, aprenda a economizar água e energia

24 fev 2014 07h11
| atualizado em 26/2/2014 às 10h47
ver comentários
Publicidade

Como consequência do período de seca que atingiu o Brasil durante o mês de fevereiro, jogando para baixo o nível de reservatórios como o da Cantareira, em São Paulo, diminuir o consumo e - sobretudo - o desperdício de água neste verão virou palavra de ordem na casa de muita gente para afastar de vez a ameaça de racionamentos.

Além disso, é fundamental que haja, também, a economia de energia elétrica, que é influenciada pela queda dos sistemas de abastecimento hídrico. Isso porque, segundo informações da Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp), a matriz energética brasileira é preponderantemente originada de usinas hidrelétricas. Contudo, é a própria energia que, em muitas ocasiões, faz funcionar o bombeamento de água nas adutoras que abastecem as cidades.

No entanto, o que se vê é a falta de controle sobre o consumo de ambas. Por essa razão, algumas medidas preventivas precisam ser tomadas, sobretudo nesta temporada.  Em casa, por exemplo, o banho deve ser rápido, pois cinco minutos são suficientes para higienizar o corpo. Além disso, vale a pena fechar o registro do chuveiro enquanto o corpo é ensaboado para ajudar a reduzir o consumo tanto de água quanto de energia. Já na hora de escovar os dentes, convém molhar a escova e fechar a torneira durante a limpeza.

De manhã, logo ao acordar, também é importante lavar o rosto e fazer a barba rapidinho, pois um minuto de torneira meio aberta já representa o gasto de 2,5 litros de água. Na cozinha, antes de lavar a louça, a dica é remover, primeiro, os restos de comida dos pratos e panelas com esponja e sabão e, só depois, enxaguá-los. Além disso, é de bom tom usar regador para molhar as plantas, vassoura para limpar a calçada e o pátio de casa, assim como balde e pano para lavar o carro.

Para economizar os gastos nas contas de luz, recomenda-se, também, novos hábitos, como juntar bastante roupa suja para lavar tudo de uma vez na máquina, aproveitar ao máximo a iluminação natural, utilizar lâmpadas fluorescentes em ambientes que necessitam de mais claridade, colocar a chave do chuveiro na posição "verão", não deixar aparelhos elétricos ligados na tomada desnecessariamente porque, mesmos desligados, consomem energia e utilizar o ferro de passar roupa uma única vez por semana. 

Fonte: Agência Hélice
Publicidade
Publicidade