0

Conheça verdades e mitos sobre alimentos afrodisíacos

Fernanda Kalena
Fábio Santos

A alimentação é vital para os humanos e todos os seres viventes, mas há milênios as propriedades dos alimentos causam curiosidade em relação aos seus benefícios. Em várias regiões do mundo e em diversas épocas, o homem procura nos alimentos "poções mágicas" do amor, que podem aumentar a virilidade e apimentar a relação sexual.

Ostra possui zinco, mineral que contribui para a formação de testosterona
Ostra possui zinco, mineral que contribui para a formação de testosterona
Foto: Getty Images

Apesar da ciência não comprovar nem desmentir a existência de tais propriedades, há um senso comum em relação aos alimentos que ajudam a melhorar o desempenho sexual e a desinibir que o ingere. Para saber mai sobre alimentos afrodisíacos, o Terra conversou com a nutricionista e especialista em atendimento nutricional, Roberta Silva, que tirou algumas dúvidas sobre o tema.

Terra - Você poderia apontar quais são os alimentos com maior propriedade afrodisíaca?
Roberta Silva - Na realidade não existe nenhuma comprovação científica a respeito. O que se sabe é que alguns alimentos possuem nutrientes que podem auxiliar no bom desempenho sexual ou que, devido ao seu aroma, podem despertar o poder da imaginação. No entanto, como não há nada a se perder, talvez consumir alguns alimentos e fazer um bom uso da imaginação possa ter como resultado um bom desempenho sexual. Veja alguns alimentos:

Ostras - Possui zinco, mineral que contribui para a formação de testosterona, hormônio masculino, e aumento na produção de espermatozoides.

Chocolate - Tem propriedades estimulantes, libera endorfina, que propicia uma sensação de bem estar.

Pimenta, pimentões, curry e outros alimentos picantes: - Foram vistos como afrodisíacos porque seus efeitos fisiológicos - frequência cardíaca elevada e sudorese - são similares às reações físicas experimentadas durante o sexo.

Romã - Possui polifenóis que ajudam na circulação sanguínea e dessa forma colabora para uma boa relação sexual.

Bebida alcoólica - Se consumida com moderação, poderá despertar a libido. Porém, se consumida em excesso, pode causar impotência.

Amendoim - É um alimento altamente energético, de alto valor calórico, por ser uma oleaginosa, e contém grande quantidade de vitamina B3, que colabora para a vasodilatação sanguínea, por isso é relacionado ao aumento da libido e do apetite sexual.

Algumas especiarias podem ser usadas para estimular o apetite sexual por produzirem odores estimulantes do apetite, exemplos: açafrão, cravo, noz moscada, gengibre, tomilho, canela, mostarda e jasmim.

Quais alimentos tem fama de afrodisíacos e não são?
Roberta - O ovo de codorna possui grande quantidade de proteína, além de ferro, vitaminas B1 e B2 e cálcio, porém não tem nenhuma propriedade que possa estimular o desempenho sexual.

A combinação de muitos ingredientes afrodisíacos no mesmo prato, pode causar algum efeito indesejado?
Roberta - Para tudo é preciso moderação, você até pode utilizar mais de um ingrediente numa preparação, desde que seja pouca quantidade. Cuidado com os excessos. Veja também a seguir alguns alimentos que podem prejudicar o seu desempenho sexual:

Frituras, alimentos gordurosos e carnes gordas: esses alimentos favorecem a presença de placas de gorduras, que impedem a circulação sanguínea, além de terem uma digestão mais lenta.

Alho e Cebola - Procure evitar consumir estes temperos em excesso, pois seu sabor acentuado poderá causar mau hálito.

Hortaliças brássicas e algumas leguminosas: - repolho, brócolis, couve-flor, feijão, entre outros podem provocar gases, devido ao seu poder de fermentação.

Alguma dica de receita afrodisíaca?
O mais importante para que um prato se torne afrodisíaco é que tenha uma boa aparência, aroma fascinante e sabor agradável, estimulando os cinco sentidos para que a sua imaginação crie um clima todo especial.




Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade