0

Minha Vida

Ganhar músculos: é melhor comer ovo inteiro ou só as claras?

Fotolia / Guia da Semana

Estudo comparou os ganhos de massa muscular entre as duas formas de consumo e o resultado foi impressionante

11 jan 2018
13h32
atualizado às 14h57
  • separator
  • comentários

Você já deve ouvido falar que a clara do ovo é uma das melhores fontes de proteínas para os músculos crescerem e que a gema deveria ser descartada, pois deixaria a refeição com uma quantidade muito alta de gordura. Mas será que isso é verdade? Esse foi o ponto de partida do estudo feito por pesquisadores da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos.

A análise foi feita com 10 homens, que realizaram treinos de resistência. No pós-treino, parte do grupo comeu ovos inteiros (que continham 18 gramas de proteínas e 17 gramas de gorduras) e os demais comeram apenas as claras (18 gramas de proteínas e nada de gorduras).

O comparativo entre os resultados foi feito por exames de sangue e análises musculares, com o intuito de verificar os aminoácidos na circulação e a produção de músculos resultante dos exercícios e da alimentação.

A primeira conclusão foi de que os ovos, com a gema ou não, oferecem a mesma quantidade de aminoácidos para o corpo. Então, os pesquisadores mediram como é feita a síntese de proteínas nos músculos nos dois casos, e o resultado foi inesperado: ingerir o ovo inteiro após o exercício é muito mais eficiente para a construção da massa muscular.

Os participantes que comeram o ovo inteiro no pós-treino tiveram uma taxa 40% maior na capacidade de gerar massa muscular, em comparação com aqueles que comeram só as claras. A conclusão foi de que gema contém substâncias que não estão presentes na clara e que, de alguma forma, auxiliam o corpo a processar as proteínas no aumento e recuperação muscular.

Minha Vida

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade