PUBLICIDADE

Qual é a melhor tábua de corte: madeira, plástico ou vidro?

Chef Giu Giunti explica os prós e contras dos tipos de tábuas de cozinha

23 fev 2024 - 17h30
Compartilhar
Exibir comentários
Qual é o melhor material para tábua de corte?
Qual é o melhor material para tábua de corte?
Foto: iStock

Existem tantos modelos e materiais diferentes quando o assunto é tábua de corte que ficamos na dúvida entre qual escolher. Tenho todos os tipos na minha cozinha e seguramente tenho as minhas favoritas. Vou compartilhar com você detalhes de cada uma delas para que a sua escolha seja mais consciente. 

Tábuas de madeira ou bambu

Geralmente são mais pesadas e isso é um ponto positivo, pois trazem mais estabilidade e segurança na hora do corte. Honestamente são minhas favoritas, embora a troca do material seja necessária com mais frequência, afinal são porosas e absorvem mais água, podendo rachar e acumular restos de comida e bactérias. Elas precisam de um super cuidado para durarem mais. Precisam ficar arejadas e serem limpas com água e sabão. Esse tipo de material é proibido em restaurantes e estabelecimentos comerciais. 

Tábuas de Polietileno (plástico)

São aquelas tábuas de plástico brancas que vemos sempre por aí. Um material super resistente e de muito fácil manutenção. Podem e devem ser colocadas de molho no cloro para se manterem limpas e livres de bactérias. Alguns tipos são mais leves que outros. Para obter estabilidade na hora do corte é recomendado usar um papel úmido embaixo para que não escorregue. Gosto muito desse material também. Tenho apenas minhas dúvidas se ao picar os alimentos, pedaços de micro plásticos são liberados junto do alimento, afinal a faca corta afiado e esse tipo de tábua sempre tem ranhuras. 

Tábuas de vidro

Definitivamente deveriam servir apenas como item decorativo. Sinto muita insegurança usando esse material como base para cortes. Qualquer força a mais pode ser fatal e quebrar a tábua em mil pedaços. Além de perder a tábua, perde-se a comida. Outro ponto muito relevante sobre ela é que, além de fazer barulho na hora de cortar, ela faz com que a faca perca o fio mais rápido. São tábuas que embora, sejam fáceis de limpar, não possuem ranhuras ou rachaduras nem oferecem estabilidade para o corte.

Iguaria rara: trufa negra pode custar até R$ 10 mil o quilo! Iguaria rara: trufa negra pode custar até R$ 10 mil o quilo!

Fonte: Giu Giunti - O Melhor Prato
Compartilhar
Publicidade
Publicidade