PUBLICIDADE

Após reforma, apartamento de 458 m² ganha cozinha só para receber amigos

A mudança proporcionou a integração das salas à cozinha e transformou um dos quartos em escritório

ver comentários
Publicidade

Ao reformar um apartamento de 458 m2 no bairro de Higienópolis, em São Paulo, o jovem casal de proprietários pediu ao designer de interiores Marco Aurélio Viterbo duas cozinhas – uma para o dia a dia e outra só para receber os amigos. “O dono curte cozinhar, então o pedido inicial era uma cozinha onde ele pudesse receber e trabalhar ao mesmo tempo, que foi integrada com a sala de jantar. Atrás desta há outra cozinha que funciona no dia a dia”, conta o designer.

A solução das duas cozinhas tem tudo a ver com o perfil dos moradores, que adoram receber os amigos e a família. Aliás, todo o projeto de reforma elaborado por Viterbo se pautou por isso: criar espaços convidativos, ideais para encontros e reuniões. Pensando nisso, o mesmo ambiente onde ficam a cozinha “social” e a sala de jantar foi integrado a duas salas de estar, criando uma aconchegante área comum com tapetes de pelo, almofadas coloridas e painéis de madeira.

Integração, no entanto, não precisa ser sinônimo de falta de privacidade. Uma das salas de estar pode ser isolada do resto da área social por uma porta retrátil, criando um espaço mais intimista que pode servir de sala de leitura ou ser usado para uma reunião mais reservada. 

Outro espaço onde é possível se isolar do resto do apartamento é o amplo escritório no qual se destaca uma grande mesa de laca vermelha brilhante, que contrasta e dialoga com a estante branca repleta de objetos coloridos e despojados.

O visual do escritório segue o aspecto geral da decoração: um estilo clean e elegante com toques mais chamativos para “quebrar o gelo”. Assim como no escritório o vermelho da mesa de laca faz o contraponto ao branco da estante, na sala de estar o azul dos sofás e almofadas dialoga com o cinza, o branco e o marrom dos pisos e paredes. Na sala de jantar, a mesma coisa: o laranja das cadeiras desponta em meio à madeira das paredes.

Além das cores, a decoração também ganha vida com várias obras de arte espalhadas pelo apartamento – há quadros até no banheiro – e alguns objetos de decoração bastante originais, como o espelho em forma de sol no corredor, o pufe de corda que se encaixa na mesinha lateral cromada e o lustre que lembra uma cadeia carbônica na sala de jantar.

Por fim, a varanda dá um toque mais rústico ao imóvel, com mesas de toras, piso fosco e vasos craquelados.

Fonte: PrimaPagina
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade