0

Em tempo de seca: veja 7 dicas para deixar a pele hidratada

Misturar cremes com óleo de amêndoa e evitar secador estão entre os conselhos de dermatologistas

24 out 2014
16h05
atualizado às 16h06
  • separator
  • 0
  • comentários

Em tempos de seca e falta d’água, o corpo da gente também sente as diferenças do clima. E se a hidratação por dentro e por fora já é necessária em épocas normais, com a baixa umidade e a escassez da chuva os cuidados são ainda mais necessários.

Foto: iStock

Siga Terra Estilo no Twitter

Se você segue a cartilha dos cuidados ideais todos os dias, já está em um bom caminho. Caso contrário, comece já cuidar da pele e dos cabelos para evitar o envelhecimento precoce. O Terra pediu dicas para as dermatologistas Carla Albuquerque, Karla Assed e Gabriella Vasconcellos. Confira:

Hidratante, seu lindo!


Todos nós sabemos que você é uma pessoa que não abre mão dos cuidados com a pele, certo? Mas agora, com o tempo seco, que mais parece deserto em várias regiões do País, e com a falta de água que reina em São Paulo, a hidratação com cremes é ainda mais importante. Para que a absorção do hidratante seja otimizada, as dermatologistas indicam passar o creme logo após o banho, em movimentos circulares e massageando bem. “Utilizar um bom hidratante promoverá a reposição do manto hidrolipídico da pele. O produto ajuda a fazer uma barreira de proteção na pele”, afirma Carla.

“A pele mais hidratada fica com mais brilho e sedosa, evitando o envelhecimento”, acrescenta Karla Assed, que indica os produtos que contêm ureia, lactato de amônio, PCA NA, semente de uva. Gabriella lembra que para as peles secas e normais, vale aumentar a quantidade de cremes usado por dia. “Principalmente os cremes mais concentrados e com mais componentes de hidratação em sua fórmula, como vitaminas E, A e C, que são antioxidantes”, aconselha.

Pele muito, mas muito ressacada

Se nesses dias de seca e com pouca água, a pele fica ainda mais ressecada, principalmente se você não tem o costume de beber líquidos durante o dia. A dermatologista Karla Assed dá uma receitinha para potencializar o efeito dos cremes hidratantes. “Quando a pele é muito ressecada, o ideal é fazer uma mistura do creme de corpo hidratante com óleo de amêndoas doce e aplicar em toda a pele do corpo”. Cremes em óleos hidratam mais rápido, mas o efeito termina também mais rápido. Por isso, a dica da misturinha do creme com o óleo é bem legal.

Água, água, água, por favor!

 


O pedido não é apenas para chover muito e repor as reservas que estão quase secando. É também para não deixar de tomar água. Ok, estamos no momento de economizar, mas deixar de beber os 2 litros de água necessários por dia não é uma economia inteligente. Tome banho mais rápido, feche as torneiras ao escovar os dentes, lave roupas com a máquina mais cheia. Aí vai sobrar água para beber sem crise na consciência. E para ajudar nessa hidratação, a médica Carla Albuquerque lembra que as frutas ricas em água são uma boa opção, como melancia, abacaxi e melão.  Na alimentação, ela aconselha também incluir mais verduras e legumes.

“Eu sempre recomendo pelo menos 1,5 litro de água por dia. Para quem se exercita ou fica exposto ao sol por muito tempo, devido ao trabalho, por exemplo, deve aumentar esse consumo”, acrescenta Gabriella.


Água termal, um refresco para a pele


“A água termal é rica em minerais e oligoelementos como cálcio, magnésio, ferro, sílica e zinco. Os efeitos estão relacionados com a presença dos minerais e oligoelementos. O zinco, por exemplo, é um oligoelemento importantíssimo para a integridade de nossa pele e auxilia no processo de cicatrização. A sílica tem ação anti-inflamatória e calmante para a pele”, afirma Carla.

Como a maioria vem em spray, é uma forma de manter a pele tratada para evitar o ressecamento. Além disso, é um refresco para os dias com umidade do ar muito baixa. A dermatologista Carla lembra que alguns cremes e loções hidratantes podem vir enriquecidos com água termal para otimizar sua ação calmante e suavizante na pele. “Pode ser borrifada ao longo do dia. Não estraga maquiagens com boa fixação”, aconselha a médica. “Como é rica em minerais, ela evita a sensação de ressecamento. E ajuda a acalmar, nutrir e proteger a pele”, explica a dermatologista Gabriella.
 

No banho 

Gosta de ficar um tempão no banho? Então saiba que a atitude, além de ajudar a acabar com as reservas naturais tão importantes e tão mal preservadas nos últimos anos, também é péssima para sua pele. “Banhos quentes e demorados afetam o manto hidrolipídico da pele, fazendo com fique desprotegida e se desidrate. O ideal é que as pessoas não utilizem sabonetes em excesso, pois isso pode remover ainda mais o manto hidrolipídico da pele, piorando o quadro de ressecamento”, afirma Carla.  

Dicas: use sabonete líquido glicerinado e evite o uso de buchas (porque ressecam a pele).  Gabriella aconselha a dar uma atenção especial às regiões mais ressecadas do corpo, como joelhos, cotovelos e pernas. “Aplique mais loção hidratante, pois são áreas que sofrem especialmente com o atrito das roupas e ressecamento.”

 
Na cabeça

A dermatologista Carla Albuquerque aconselha a não lavar os cabelos com água quente, a aplicar um leave-in com ativos hidratantes após o banho (com os cabelos úmidos), usar reparador de pontas com silicone, evitar secar os cabelos com temperaturas muito altas, fugir das chapinhas e/ou babyliss. “Para intensificar a hidratação, pode-se colocar uma tampa de bepantol líquido para cada 100 ml de xampu ou condicionador”, afirma a médica. 

“Quando o tempo está mais seco, o ideal é hidratar os fios uma vez por semana”, afirma Gabriella, que lista uma série de inconvenientes ao uso de secador e chapinhas: “Além de danificar a estrutura dos fios, também pode causar o aparecimento de caspas e descamações mais frequentes.”

E depois de tudo isso, é torcer para que chova muito.

Famosas com botox: fotos do antes e depois Famosas com botox: fotos do antes e depois

Fonte: Ponto a Ponto Ideias Ponto a Ponto Ideias
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade