PUBLICIDADE

Vivo recebe prêmio inédito do Pacto Global da ONU Brasil na COP 28

'Estratégia de Baixo Carbono' é case vencedor da primeira premiação 'Guardiões pelo Clima'

8 dez 2023 - 14h08
(atualizado às 14h30)
Compartilhar
Exibir comentários
COP 28
COP 28
Foto: Sean Gallup via Getty Images

A Vivo recebeu o primeiro prêmio 'Guardiões pelo Clima', promovido pelo Pacto Global da ONU no Brasil nesta sexta-feira, 8, durante a COP 28. A empresa foi premiada na categoria com o case "Estratégia de Baixo Carbono".

A premiação, que está em sua primeira edição, foi criada para fomentar iniciativas de destaque das empresas participantes do Movimento Ambição Net Zero, parte da estratégia Ambição 2030, para impulsionar os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da Agenda 2030 da ONU. Ainda durante a programação paralela da COP28, a Vivo apresentou suas ações no painel “Descarbonização alinhada à ciência climática” em side event do Pacto Global.  

“Nos últimos oito anos, reduzimos em quase 90% nossas emissões diretas e somos empresa carbono neutro desde 2019, também com 100% de energia renovável. Este importante reconhecimento que recebemos do Pacto Global da ONU nos inspira a continuarmos com nossa agenda estratégica de ESG, agora visando incorporar também nossos fornecedores carbono intensivos”, afirma o vice-presidente de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Vivo, Renato Gasparetto.  

A companhia envolve seus 125 fornecedores mais relevantes em emissões em programa que inclui engajamento, consultoria para a realização de inventários, além de metas de descarbonização.

Atualmente, 60% destes fornecedores, que representam 82% das emissões deste escopo, atuam de algum modo pelo clima. “Sabemos que há muito por avançar, por isso buscamos somar esforços com todas as partes interessadas, especialmente nossa cadeia de valor, para garantir ações cada vez mais consistentes na pauta climática que é cada vez mais urgente”, acrescenta o executivo. 

Camila Valverde, diretora de Impacto e COO do Pacto Global da ONU no Brasil, acredita que a premiação pode incentivar e reconhecer os esforços que vêm sendo feito pelas empresas: “Procuramos com a premiação incentivar a implementação de práticas concretas sobre mitigação, adaptação e meios de implementação para mudanças do clima, de modo a reconhecer e estimular o esforço das empresas comprometidas com a Plataformas de Meio Ambiente (Ação pelo Clima, Água e Oceano e Agro Sustentável), além de transformar as boas práticas desenvolvidas pelas empresas em materiais possíveis de serem compartilhados com o setor privado e com a sociedade em geral, a fim de trazer mais notabilidade para a agenda climática”. 

A escolha dos cases vencedores foi feita por um Comitê Avaliador, formado por integrantes especialistas do time de Clima, Água e Oceano e Agro Sustentável do Pacto Global da ONU no Brasil, parceiros e convidados.

Para a escolha, foram observadas a adequação ao tema, a replicabilidade da ação/projeto (potencial da ação/projetos de ser replicada por outras organizações), inovação (originalidade, benefícios da inovação e impacto), a qualidade da apresentação do case de boa prática (objetividade, clareza e resultados).

Além do anúncio durante o side event promovido pelo Pacto Global da ONU no Brasil, todos os cases vencedores da premiação “Guardiões pelo Clima”, do Movimento Ambição Net Zero, e “Guardiões pela Água”, do Movimento +Água, foram apresentados em uma publicação digital de Melhores Práticas. 

O Pacto Global das Nações Unidas, uma iniciativa do Secretário-Geral da ONU lançada em 2000, convoca empresas globalmente a alinharem suas operações a dez princípios universais em áreas como direitos humanos, trabalho, meio ambiente e anticorrupção. Com mais de 21 mil participantes em 101 países, é a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo, promovendo práticas responsáveis.

No Brasil, a iniciativa foi criada em 2003, e é a segunda maior rede local global, com mais de 1.900 participantes, conduzindo mais de 50 projetos abrangendo diversas áreas, como Água e Saneamento, Alimentos e Agricultura, Energia e Clima, Direitos Humanos e Trabalho, Anticorrupção, Engajamento e Comunicação.

Vivo Sustentável 

A Vivo é a marca da Telefônica Brasil, líder em telecomunicações no país, com 112 milhões de acessos nos serviços fixo e móvel. A empresa tem como propósito “Digitalizar para Aproximar” e mantém o Vivo Sustentável como um dos seus pilares de atuação e geração de impacto positivo. A companhia investe cerca de R$9 bilhões ao ano para levar conectividade, um importante fator de inclusão social, para milhões de brasileiros.

No aspecto ambiental, a Vivo atua ativamente em contribuição para uma economia de baixo carbono e já reduziu em quase 90% suas emissões próprias últimos oito anos. A empresa vem diversificando sua matriz energética com 65 usinas de geração distribuída de fontes solar, hídrica e de biogás em todo o Brasil. 

Além disso, possui um importante movimento pela economia circular junto aos consumidores, o Vivo Recicle, que em 2023 chega a 12 toneladas de lixo eletrônico reciclado e direcionado de volta à cadeia produtiva. Em seu Plano de Ação Climática, a companhia detalha suas metas, iniciativas e principais resultados.

A Vivo é participante do Pacto Global da ONU há 12 anos e em 2022 aderiu aos movimentos da Ambição 2030, entre eles a “Ambição Net Zero”, como contribuição para mitigar a crise climática e garantir o avanço pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade