PUBLICIDADE

Sucuri amarela apelidada de 'Joaninha' é vista em 'banho de sol' no Pantanal

Espécie foi encontrada em Corumbá (MS) e já é conhecida por moradores da região

14 fev 2024 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
'Joaninha' foi encontrada em Corumbá (MS)
'Joaninha' foi encontrada em Corumbá (MS)
Foto: Divulgação/Guilherme Giovanni

Uma sucuri amarela de cerca de 1,80m, apelidada de "Joaninha", foi vista tomando um banho de sol na região pantaneira de Corumbá, no Mato Grosso do Sul. A cobra já é conhecida pelos moradores, e o apelido veio de um pescador, devido às manchas pretas em sua pele. 

O vídeo foi registrado pelo fotógrafo Guilherme Giovanni, no Parque Marina Gatas, na última semana. Nas imagens é possível ver Joaninha com parte da cabeça para fora e em direção à câmera. Em cima dela, há até um peixinho, que parece não se importar com a predadora. 

"A cabeça dela. Joaninha, Joaninha, Eu fui conversando com ela até. Ela não pula na gente", diz o pescador que deu o apelido carinhoso. 

Ao Terra, o fotógrafo contou que o local é propício para aparição de cobras, por causa dos peixes.

"Não é a primeira vez que encontro uma por lá, já fiz outras fotos e um filme, mas nunca havia feito tão próximo, pois ela estava tentando pegar os peixes de um pescador aposentado que já se familiarizou com ela", explicou Guilherme. 

Segundo ele, infelizmente, esses animais são mortos pelo simples fato de "poder atrapalhar a pescaria".

"Já encontrei muitas, nesses anos, mortas com pedradas na cabeça após serem retiradas da água.  É uma pena pois desempenham papel fundamental para o habitat delas", lamentou. 

Ao ser questionado se sente medo do animal, ele garante que não.

"Acho que a gente acaba se acostumando, até porque você vai vendo tantas vezes, você acostuma. Assim, é sempre uma surpresa”, relatou.

O fotógrafo acrescentou que sabe como lidar, o que é ou não perigoso fazer, principalmente porque fotografa vários animais silvestres e nativos.

"Já tem um conhecimento a respeito de como ficar próximo de um animal como esse", reforçou.

Mais imagens do acervo de Guilherme podem ser encontradas em seu Instagram @guilhermepantanal.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade