PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

RS: idoso resgatado de enchente reencontra familiares após 40 anos sem contato

Parentes de Solomar Krüger, de 79 anos, o reencontraram após ele dar entrevistas à imprensa local

15 mai 2024 - 18h27
(atualizado às 18h55)
Compartilhar
Exibir comentários
RS: idoso resgatado de enchente em Canoas reencontra familiares após 40 anos sem contato
RS: idoso resgatado de enchente em Canoas reencontra familiares após 40 anos sem contato
Foto: Reprodução/CBN

As enchentes históricas que assolam o Rio Grande do Sul fizeram com que o aposentado Solomar Krüger, de 79 anos, fosse resgatado na própria casa, tomada pela água em Canoas (RS). Levado para um abrigo público, a história do idoso ganhou repercussão e fez com que familiares, que passaram mais de 40 anos sem contato com ele, o reencontrassem

Morador do bairro Rio Branco, o aposentado é um dos 6,5 mil moradores de Canoas que tiveram de ir para um abrigo público após os alagamentos, desde o dia 5 de maio. À CBN, Krüger relembrou que estava dormindo quando teve a casa tomada pela água

"Começou a boiar tudo dentro de casa. Parei na porta, agarrado ali, fiquei esperando. Eu senti que ia morrer. Eu já estava com água no pescoço. Aí eu disse: 'vou morrer, mas vou pegar a bandeirinha do Colorado, pelo menos'. E ela foi embora", disse o idoso à jornalista Samantha Klein. 

De lá, ele foi levado para o maior abrigo estruturado em Canoas, situado no campus da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra). No local, ele conta que começou a fazer amigos e dar entrevistas desde que chegou. Foi por causa de uma dessas entrevistas que as irmãs, que não o viam havia quatro décadas, o localizaram. 

Na terça-feira, 15, o idoso recebeu uma ligação em vídeo de uma das irmãs, que o viu em uma entrevista ao jornal Zero Hora. O aposentado se diz feliz em rever os familiares, mas está decidido a permanecer no abrigo. "Estou sendo muito bem tratado, fiz inúmeros amigos. Não saio daqui", afirmou. 

O aposentado preferiu não explicar o motivo do distanciamento, se limitando a dizer que deixou a região de Pelotas, onde morava, após a morte do pai e nunca voltou à cidade. 

Sete pessoas são resgatadas no telhado de prédio no Rio Grande do Sul:

Tragédia no RS

De acordo com a última atualização da Defesa Civil do Rio Grande do Sul, os temporais já afetaram 452 das 497 cidades gaúchas desde o dia 29 de abril. Ao todo, são 2.144.124 habitantes prejudicados pelas chuvas. 

O Estado tem, ainda, 76.580 pessoas em abrigos e 538.126 que tiveram de deixar suas casas. Ainda segundo a Defesa Civil, foram confirmadas 149 mortes e 108 desaparecimentos. 

Como doar roupas para as vítimas do Rio Grande do Sul Como doar roupas para as vítimas do Rio Grande do Sul

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade