Poluição de 1% mais rico matará 1 milhão de pessoas de calor

22 nov 2023 - 19h33
Compartilhar

Quem sofre mais com a emergência climática são os pobres, principalmente mulheres, meninas e grupos étnicos marginalizados, sendo que 91% vivem em países em desenvolvimento. Este é o grupo que corre mais risco com o clima extremo: calor, enchente, seca, ventos, neve e seus efeitos sobre o meio-ambiente. Mas esse grupo emite pequena quantidade dos gases estufa responsáveis pelo aquecimento global. Na verdade, o 1% das pessoas mais ricas emitem mais CO2 que os 66% mais pobres do mundo. Este um por cento, aproximadamente 77 milhões de pessoas que ganham mais de R$ 700 mil por ano, polui a mesma coisa que dois terços da humanidade, os dois terços mais pobres. E é essa elite que será responsável pela morte de 1,3 milhão de pessoas nas próximas décadas, somente devido ao calor extremo. Esse é um dos resultados chocantes na nova série sobre o clima do jornal inglês Guardian, em reportagem de Jonathan Watts. O jornal também revela quais são os 12 bilionários com maior responsabilidade pela Crise no Clima, lista que inclui alguns nomes muito famosos como comento neste vídeo.

Homework Homework
Publicidade
Publicidade