1 evento ao vivo

Oitava geração do Nissan Sentra tem design surpreendente

Enquanto não vem para o Brasil, o novo sedã já foi revelado nos EUA, onde começará a ser vendido no início de 2020. Veja os detalhes

21 nov 2019
06h15
  • separator
  • 0
  • comentários

Assim como ocorreu com o novo Nissan Versa, a mudança de design da oitava geração do Sentra também é admirável. O sedã completamente remodelado já foi apresentado nos Estados Unidos, onde iniciará as vendas no final de janeiro de 2020. Para o Brasil, o novo modelo ainda não foi confirmado, devido à queda no segmento de sedãs médios e o aumento da preferência por SUVs no país.

O visual do Nissan Sentra está mais jovial e moderno.
O visual do Nissan Sentra está mais jovial e moderno.
Foto: Divulgação

O visual incorpora a mais recente linguagem de design da marca japonesa. O capô ganhou mais musculatura, com vincos marcantes fluindo para a formação da assinatura V-Motion da grade frontal. Os faróis de LED afilados e os contrastes de acabamento da dianteira proporcionam uma aparência mais agressiva e jovial ao sedã, assim como a coluna C flutuante. A traseira está mais robusta, com lanternas redesenhadas e novos elementos no para-choque. 

As lanternas de LED possuem lentes escurecidas.
As lanternas de LED possuem lentes escurecidas.
Foto: Divulgação

O interior está mais refinado e luxuoso, com melhoria na qualidade do acabamento e na distribuição das informações. Ao contrário da terceira geração do Versa, cujo painel é basicamente o mesmo do Kicks, o Nissan Sentra adota novos elementos de design, com três saídas circulares de ar-condicionado na parte central e display multimídia de 8” com aparência flutuante. A parte superior do painel possui acabamento de couro com costura contrastante e o console central ganhou mais espaço para porta objetos. O volante é uma das poucas partes que lembram outros modelos da marca. 

A central multimídia tem posição flutuante e tela de 8”.
A central multimídia tem posição flutuante e tela de 8”.
Foto: Divulgação

As novas dimensões da carroceria incluem 4,64 m de comprimento, 1,81 m de largura e 1,45 m de altura. A distância entre-eixos cresceu apenas um centímetro, passando de 2,70 para 2, 71 m. Segundo a Nissan, as novas medidas foram concebidas para aprimorar a dirigibilidade do sedã. A suspensão traseira agora é do tipo independente, sendo McPherson na dianteira. A direção elétrica também recebeu novos ajustes para melhorar a precisão nos movimentos. 

O conjunto mecânico, projetado para melhorar a economia de combustível, é formado pelo novo motor 2.0 quatro cilindros de 149 cv de potência e 198 Nm de torque, associado à transmissão automática X-Tronic CVT. A Nissan reforça que melhorou o isolamento acústico do modelo, com redução no nível de ruído interno.

A distância entre-eixos cresceu apenas 1 cm.
A distância entre-eixos cresceu apenas 1 cm.
Foto: Divulgação

A lista de equipamentos de segurança e assistência ao motorista avançados inclui itens como assistente de colisão frontal com frenagem de emergência e detecção de pedestres, aviso de mudança involuntária de faixa, High Beam Assist (assistente de farol alto), auxiliar de colisão traseira para manobras em marcha ré, alerta de tráfego cruzado e de porta traseira, detector de pontos cegos, sistema de monitoramento 360° e 10 airbags. Entre os recursos de conforto destacam-se aplicações como Android Auto e Apple CarPlay, piloto automático adaptativo, bancos Zero Gravity com novo padrão de acabamento e ar-condicionado digital de duas zonas. 

 

Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade