PUBLICIDADE

Novo Rolls-Royce de R$ 4 milhões tem teto com 850 estrelas

Segunda geração do Ghost, sedã de altíssimo luxo, é revelada na Inglaterra com teto de LED “estrelado”, portas automáticas e motor V12

1 set 2020 19h32
| atualizado às 19h34
ver comentários
Publicidade
Rolls-Royce Ghost: nova geração do sedã de altíssimo luxo custa R$ 4 milhões no Brasil.
Rolls-Royce Ghost: nova geração do sedã de altíssimo luxo custa R$ 4 milhões no Brasil.
Foto: Rolls-Royce / Divulgação

O luxo não tem limites quando se fala em Rolls-Royce. E hoje a marca inglesa -- que pertence à alemã BMW -- deu nova demonstração disso ao apresentar o novo Rolls-Royce Ghost. O sedã de altíssimo luxo estreia na segunda geração como o modelo mais bem sucedido de todos os tempos na história da famosa marca britânica. A empresa tem 116 anos. Nesta nova geração (que pode ser encomendada no Brasil), o preço deve ser de R$ 4 milhões. O Ghost da antiga geração custa R$ 3,2 milhões.

Apesar do enorme sucesso, somente nesta segunda geração ele passa a ser um autêntico Rolls-Royce. A primeira geração do Ghost usou a plataforma do BMW Série 7 porque a ideia era oferecer um modelo menor e menos ostensivo aos novos clientes da marca. Deu certo. Porém, uma vez conquistados esses clientes, a Rolls-Royce foi beber em sua própria fonte para criar o novo Ghost (Fantasma, em inglês).

Teto do novo Rolls-Royce: painel com 850 estrelas de LED e sensação de rodar ao ar livre.
Teto do novo Rolls-Royce: painel com 850 estrelas de LED e sensação de rodar ao ar livre.
Foto: Rolls-Royce / Divulgação

Totalmente remodelado e usando a nova arquitetura espacial de alumínio da Rolls-Royce, o novo Ghost usa a plataforma do sedã Phantom e do SUV Cullinan. Ou seja: o carro ficou enorme, como é próprio da marca. E ganhou 8,9 cm no comprimento e passou a medir 5,635 metros. A largura também aumentou (+3 cm) e agora é de 1,978 m. Mas o que realmente impressiona é o interior. O carro tem um painel de LED de 850 estrelas no teto, para dar aos ocupantes a sensação de que rodam ao ar livre em viagens noturnas. As estrelas aparecem também no painel de instrumentos.

Portas totalmente automáticas: elas agora abrem e fecham com um simples toque do passageiro.
Portas totalmente automáticas: elas agora abrem e fecham com um simples toque do passageiro.
Foto: Rolls-Royce / Divulgação

Mais avançado do que os outros carros da marca, o novo Rolls-Royce Ghost oferece portas totalmente automáticas. Elas abrem e fecham sem esforço humano -- na verdade, há um mínimo esforço: para abrir, basta puxar a maçaneta e segurar; para fechar, basta pressionar um botão dentro do carro. Segundo o fabricante inglês, mais de 100 kg de isolamento acústico foram adicionados às portas, teto, janelas de vidros duplos e até mesmo dentro dos pneus! Tudo para manter o silêncio com o carro em movimento. Outro detalhe impressionante: o ar-condicionado foi polido para reduzir o ruído que criava. Dá para imaginar como o chofer precisa ser discreto ao volante de um Rolls…

Pela primeira vez, as rodas traseiras também esterçam: mais mobilidade para seus 5,6 metros.
Pela primeira vez, as rodas traseiras também esterçam: mais mobilidade para seus 5,6 metros.
Foto: Rolls-Royce / Divulgação

Embora os proprietários não estejam interessados em dirigir o carro, mas sim em desfrutar do conforto no banco de trás, o motorista também tem suas regalias. O novo Ghost é equipado com um motor V12 biturbo 6.7 de 571 cv de potência e 850 Nm de torque. O motor fica posicionado logo depois do eixo dianteiro -- assim, os engenheiros conseguiram uma distribuição de peso perfeita de 50/50. O câmbio é automático de oito marchas e a tração é integral. Apesar de pesar duas toneladas e meia (2.490 kg), o novo Rolls-Royce Ghost acelera de 0-100 km/h em ótimos 4,8 segundos. Segundo o fabricante, ele faz 7,9 km/l de gasolina.

Motorista também tem suas regalias: dirige um carro de 571 cv, tração integral e muito veloz.
Motorista também tem suas regalias: dirige um carro de 571 cv, tração integral e muito veloz.
Foto: Rolls-Royce / Divulgação

Outra novidade do Ghost é que as quatro rodas são direcionais. O objetivo é reduzir o diâmetro de giro -- afinal, estamos falando de um veículo de 5,6 m. Os engenheiros também mexeram no ajuste de suspensão, criando um sistema de amortecimento que fica localizado acima da suspensão dianteira. Essa suspensão é acionada por meio de câmeras localizadas no parabrisa, que fazem a leitura do piso para posterior ajuste da suspensão. Nos EUA, o carro custa US$ 332.500 (R$ 1,795 milhão, sem os impostos de importação). Na Inglaterra, o preço é de 371.790 libras (R$ 2,687 milhões, também sem os impostos). O Rolls-Royce Ghost é considerado numa limusine no mercado europeu, onde registrou 23 vendas no primeiro semestre de 2020, contra 52 vendas na primeira metade do ano passado.

 

Guia do Carro
Publicidade
Publicidade