Mulher presa por stalkear médico teria usado 2 mil números de celulares de estudantes em MG

21 mai 2024 - 12h00
Compartilhar

Mulher presa por stalkear médico teria usado 2 mil números de celulares de estudantes em MG. Segundo o delegado Rafael Faria, em entrevista à TV Globo, os números, que pertenciam a alunos da rede pública municipal de Ituiutaba, foram usados para disparar mensagens. Os telefones faziam parte de um programa da rede municipal de tablets, disponibilizados pela prefeitura aos alunos; a polícia investiga se ela teve ajuda de um hacker. A artista plástica Kawara Welch foi presa no início de maio de 2024 acusada de cometer stalking contra um médico, em Ituiutaba, no Triângulo Mineiro. O psiquiatra e a sua esposa registraram cerca de 30 boletins de ocorrência por ameaça, perturbação do sossego e trabalho, lesão corporal e extorsão desde 2019. Segundo o médico, ao longo dos anos, ela já chegou a enviar 1.300 mensagens e ligar mais de 500 vezes em um único dia.  Reprodução/kawawelch/Instagram

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade