1 evento ao vivo

Tecnologias vestíveis estão caindo no gosto do brasileiro

Além de enviar mensagens e monitorar sua saúde, já é possível fazer pagamentos via NFC.

30 set 2019
14h39
  • separator
  • 0
  • comentários

Diariamente, passageiros e viajantes querem chegar ao seu destino de maneira rápida e fácil. Com a tecnologia presente cada dia mais no cotidiano das pessoas, adventos como pagamentos vestíveis estão se tornando realidade aqui no Brasil - e percebe-se que os usuários estão adotando rapidamente essa tecnologia que possui pagamento incorporado - fazendo com que os sistemas de transporte percebam essa necessidade e adotem a tecnologia correspondente como resultado. 

Foto: Freepik

Desde o dia 12 de setembro de 2019, algumas linhas de ônibus da cidade de São Paulo estão testando um projeto piloto para pagamentos com a tecnologia contactless (NFC - Near Field Communication). Esse pagamento pode ser feito com o toque de um cartão de crédito ou débito, celular ou tecnologia vestível como smartwatches e pulseiras.

Nessa primera fase, 200 ônibus em 12 linhas estarão disponíveis para receber esse tipo de pagamento. Essa tecnologia já é utilizada no Metrô do Rio, em Jundiaí (100% do transporte público) e algumas outras cidades. Em Londres, os pagamentos via NFC já correspondem a 55% das viagens realizadas no metrô. NY, Miami e Sidney também já adotaram o pagamento por aproximação. Em São Paulo o projeto piloto irá durar 3 meses ou até atingir 500mil transações.

O que são wearables?

Os wearable, ou “tecnologia vestível”, são todos aqueles equipamentos eletrônicos que contém processadores próprios e que podem ser usados como peças de roupa ou acessórios. Essa tecnologia é capaz de se conectar ao seu smartphone, te enviar lembretes, monitorar sua saúde, fazer pagamentos eletrônicos (NFC), dentre outras funções. A maioria depende dos smartphones para a conexão ou o processamento de dados. Além dos relógios também existem acessórios inteligentes como pulseiras, anéis, peças de roupa, capacetes e óculos.

Foto: Freepik

Mas, nem tudo são flores!

Os “wearables” (tecnologias vestíveis) oferecem comodidade e facilidade para os usuários, mas também são uma porta aberta para os criminosos cibernéticos. Com mais conexões para proteger, há mais vetores de vulnerabilidades e possíveis ameaças cibernéticas. Com isso, os dados armazenados nos dispositivos vestíveis podem ser usados para diversos fins. Essas ameaças incluem phishing, acesso a contas online ou transferência ilegal de dinheiro. Embora exista esse tipo de ameaça, a adoção de dispositivos vestíveis não mostra sinais de desaceleração. Pelo contrário, pesquisas mostram que até 2022 o uso dessa tecnologia possa chegar a 1,1 bilhão.

Isso significa que, desenvolvedores, fabricantes e usuários precisam trabalhar juntos para manter esses dispositivos úteis seguros e protegidos para tornar essa tecnologia a mais segura possível em um futuro próximo. 

Algumas dicas podem te ajudar a permanecer seguro enquanto viaja para o seu destino:

  • Mantenha sempre seu software e aplicativos atualizados: quando solicitado pelo aplicativo para ajudar a corrigir vulnerabilidades quando elas são encontradas.
  • Adicione uma camada extra de segurança: como os dispositivos vestíveis se conectam aos smartphones, se eles forem infectados, há uma boa chance de o smartphone conectado também sofrer impacto. Invista em um antivírus para aplicar aos seus dispositivos móveis e manter-se seguro enquanto estiver em trânsito.
  • Limpe seu cache de dados: os wearables contêm muitos dados. Limpe seu cache de vez em quando para garantir que ele não caia nas mãos erradas.
  • Evite armazenar informações críticas: números de contas bancárias e endereços não precisam ser armazenados no seu dispositivo vestível. E se você estiver comprando on-line, faça-o em um computador / smartphone com uma conexão segura.
  • Conecte-se ao Wi-Fi público com cuidado: os criminosos cibernéticos podem usar Wi-Fi público não seguro como ponto de apoio para um dispositivo vestível. Se você precisar se conectar ao Wi-Fi público, use uma rede virtual privada ou VPN.

Mesmo com todas essas dicas, ainda sim você pode estar vulnerável a ameaças. A única forma de manter seus dados protegidos é se equipar com medidas preventivas. Por isso, oferecemos as soluções de segurança do Terra Antivírus que podem ajudar você a proteger seus dispositivos de ameaças online. Acesse o Terra Antivírus e conheça todas as soluções digitais disponíveis. Estamos atentos a esse novo cenário e como poderemos junto criar estratégias de segurança para prevenir ataques de cibercriminosos.

Fonte: Securing Tomorrow
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade