Amazon quer instalar câmeras para monitorar motoristas durante entregas

Ferramenta tem como objetivo detectar situações perigosas e promover a segurança no trânsito

4 fev 2021
0comentários
Publicidade

Com quatro câmeras instaladas nos veículos usados nas entregas, a Amazon vai conseguir monitorar até 270° de visualização, incluindo o próprio motorista e as vias de trânsito. A ferramenta usa inteligência artificial (AI) e tem objetivo de promover a segurança no trânsito. A informação foi divulgada por meio de um vídeo institucional explicando o funcionamento da inovação. A startup americana Netradyne é responsável pela execução do projeto.

A partir de um software de visão computadorizada, a ferramenta consegue detectar situações perigosas interna ou externamente. O monitoramento é composto por quatro câmeras HD, sendo três apontadas para fora do veículo e outra para o condutor. Esta última pode ser desativada caso o motorista esteja parado.

No vídeo divulgado pelo serviço de logística da empresa, o Amazon DPS, a gigante do varejo garante que não há escuta de áudios ou transmissão das imagens ao vivo, respeitando questões de privacidade. A empresa afirma que as imagens não podem ser vistas em tempo real por outras pessoas.

O acessório pode ser um trunfo para melhoria das habilidades de direção dos motoristas, além de, em situações de batidas e acidentes, provar quem é o responsável pela infração.

Para a empresa, a iniciativa é uma forma de utilizar a inteligência artificial a favor da segurança dos funcionários da indústria e da comunidade. A Netradyne divulgou um estudo do Instituto de Transportação Tecnológica da Virgínia que mostra a redução de um terço do risco de colisão quando há melhoria do comportamento do motorista e existência de alertas no sistema interno do carro.

Saber se o motorista está distraído (como ao olhar o celular) ou se o veículo está muito perto de outro, além de ultrapassar o limite da velocidade, são outros tipos de alertas possíveis. Além disso, o sistema faz o upload das imagens em casos de curvas acentuadas, freadas bruscas e até quando há detecção de sonolência, percebidos a partir dos algoritmos de AI.

Estadão
Publicidade
Publicidade