PUBLICIDADE

Quem foi Danilo Miranda, sociólogo que morreu neste domingo?

Considerado um dos principais gestores da cultura no Brasil, ele presidiu a unidade paulista por 40 anos

30 out 2023 - 08h16
(atualizado às 08h19)
Compartilhar
Exibir comentários
Danilo Miranda dirigiu o Sesc
Danilo Miranda dirigiu o Sesc
Foto: SP por 40 anos (Crédito / Perfil Brasil

Danilo Santos Miranda morreu neste domingo (29), aos 80 anos, em São Paulo. O sociólogo, filósofo e ex-seminarista estava internado desde o começo de outubro no hospital Albert Einstein A causa da morte ainda não foi revelada.

Durante 40 anos, Miranda foi figura central da cidade ao dirigir o Sesc de São Paulo, uma das instituições culturais mais importantes do Brasil. Ao longo deste período, o filósofo abriu diversas unidades em todo o estado.

Ele se tornou a figura mais longeva e relevante da cultura de São Paulo. Visto como uma mistura de mecenas com ministro da Cultura, era prestigiado e reverenciado como tal.

Danilo Santos Miranda foi o responsável por transformar a entidade ligada ao setor do comércio na maior potência cultural do país. Seu espírito empreendedor e sua visão humanista da cultura, aliados ao orçamento bilionário da instituição, fizeram dele o principal gestor cultural do Brasil. Ou, como brincavam amigos e colegas, "a entidade dentro da entidade".

Miranda inaugurou a grande maioria das unidades da instituição no estado e retirou suas catracas para o livre acesso às acolhedoras áreas de convivência, que misturam esporte, lazer, arte e alimentação, em meio a cidades carentes de espaços públicos de qualidade.

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade