PUBLICIDADE

Novo radar meteorológico já está no Rio Grande do Sul para ser instalado em Montenegro

A iniciativa faz parte do Plano Rio Grande, que atua em três eixos de enfrentamento aos efeitos das enchentes: ações emergenciais, ações de reconstrução e Rio Grande do Sul do futuro

18 jun 2024 - 19h09
Compartilhar
Exibir comentários

O novo radar contratado pelo governo do Estado para promover avanços no sistema de monitoramento meteorológico do Rio Grande do Sul já está em Montenegro, onde aguarda para ser instalado. Fabricado em Praga, na República Tcheca, o equipamento ficará no Morro São João e terá capacidade de monitorar o clima na Região Metropolitana de Porto Alegre, do Vale do Taquari e da Serra.

Foto: Freepik / Porto Alegre 24 horas

Uma torre já existente no morro será utilizada para a instalação. A expectativa de início dos trabalhos é para o segundo semestre. O processo só não foi iniciado ainda devido às condições meteorológicas, que tornam difícil o acesso ao local.

A iniciativa faz parte do Plano Rio Grande, que atua em três eixos de enfrentamento aos efeitos das enchentes: ações emergenciais, ações de reconstrução e Rio Grande do Sul do futuro.

"Esse equipamento é um passo fundamental para robustecer nosso sistema de monitoramento, prevenção e proteção, pois amplia a precisão dos alertas à população - mecanismo primordial para salvarmos vidas. Seguiremos investindo, a partir dos estudos no âmbito do Plano Rio Grande, para tornarmos o Estado uma referência em termos de resiliência climática", destaca o governador Eduardo Leite.

A escolha de Montenegro ocorreu pela posição estratégica, capaz de cobrir a Região Metropolitana, o Vale do Taquari e a Serra. A área é de alta densidade populacional, e ainda não contava com monitoramento mais detalhado e preciso.

"A população está, assim como nós da Defesa Civil, aguardando com muita expectativa o início das operações dessa ferramenta que capacitará ainda mais a gestão de riscos e desastres", ressalta o secretário-chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel Luciano Chaves Boeira.

O radar adquirido pela Climatempo, empresa vencedora do processo de licitação em 2023, foi produzido e testado na República Tcheca antes de ser embalado e enviado ao Brasil. Na semana passada, o equipamento desembarcou no Aeroporto de Viracopos, em Campinas. No último final de semana, as caixas que contém os componentes chegaram a Montenegro, onde estão armazenadas na sede do Corpo de Bombeiros.

O novo radar possui raio de alcance de 150 km a partir de Montenegro. O equipamento se junta a outros radares da Aeronáutica, que já operam no Rio Grande do Sul mas são destinados principalmente ao tráfego aéreo.

Contratação

O contrato relativo ao radar foi assinado, em dezembro de 2023, entre o governo do Estado e a Climatempo, com o objetivo de monitorar eventos meteorológicos e emitir alertas em tempo real. O prazo inicial da prestação do serviço é de cinco anos e o investimento deve chegar até R$ 25,93 milhões durante o período. De acordo com o edital da contratação, o serviço inclui o estudo técnico para definir o local de instalação, a infraestrutura, a operação do radar e o monitoramento contínuo das condições climáticas.

Além disso, a Climatempo será responsável por emitir boletins de previsão e alertas antecipados de eventos meteorológicos adversos de curto prazo (6 a 12 horas) e curtíssimo prazo (até 3 horas). Com os alertas, será possível uma melhor atuação na preparação e proteção da população contra tempestades e outros fenômenos meteorológicos severos. Quem já está cadastrado no serviço de alertas por SMS da Defesa Civil receberá as informações diretamente nos celulares, garantindo resposta rápida e eficiente.

Fonte: Governo do RS

Porto Alegre 24 horas
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade