1 evento ao vivo

Quem nasce em Sri Lanka é...: conheça gentílicos curiosos

A formação do chamado adjetivo pátrio não tem muitas regras no português. Eles pode seguir regras de sufixos, vir de outras línguas ou não seguir norma nenhuma, causando confusão; veja alguns gentílicos curiosos pelo mundo

7 nov 2014
06h36
atualizado às 10h35
  • separator
  • comentários

Muitas vezes, quando lemos ou escrevemos notícias internacionais, nos deparamos com um probleminha: perguntas como “quem nasce em Djibouti é...?” Ou, ainda, “de onde será que veio esse tal de seichelense?”. Pois é, o chamado gentílico (ou etnônimo, adjetivo pátrio) pode ser empecilho, mais  do que isso, é questão que desperta curiosidade.

Para ilustrar: recentemente, acompanhamos protestos e intervenção militar em Burkina Faso, país africano que passou por um governo de 27 anos e depôs, recentemente, o presidente Blaise Compaoré. Na hora de escrever a primeira matéria, me deparei com a dúvida: e agora, quem nasce em Burkina Faso e se manifesta por lá neste momento... Como o chamamos? (a resposta está em nossa lista abaixo!).  

Na formação de um gentílico em português, não existem muitas regras. Eles podem ser criados a partir de sufixos “aco, ano, ão, ático – como em polaco, italiano, alemão, asiático”, mas também podem ser relacionados ao nome do local em outra língua – como em Salvador e seus cidadãos “soteropolitanos”, palavra que vem do grego (a versão grega para a cidade nordestina seria Soterópolis, ou seja, cidade de Salvador). Enfim, como nem tudo no português tem sua regra, alguns desses termos não seguem normas predeterminadas, por exemplo, as palavras ‘russo’ e ‘grego’.

Para matar a curiosidade, o Terra listou nomes curiosos de gentílicos pelo mundo. Acredite, são muitos, especialmente os africanos e oceânicos (palavra já um pouco estranha para designar aqueles que ficam na Oceania). Confira:

ÁFRICA (Africano)

Foto de panorama de cidade lesotiana
Foto de panorama de cidade lesotiana
Foto: Wikipédia

Foto de panorama de cidade lesotiana (Reprodução/Wikipedia)

Benin (BEN)- beninense

Botswana (BOT)- botsuano

Burkina Faso (BUR) – burquinense (também usados: burquino, burquinês e burquinabê)

Cabo Verde (CPV)  – cabo-verdiano

Chade (CHA) – chadiano

Catar (QAT) – catariano (ou, também, catarense, catari, qatarense, qatariano, qatari)

Comores (COM) – comorense

Djibouti (DJI) - djibutiano

Guiné Equatorial (GEQ) – guinéu-equatoriano

Guiné-Bissau (GBS) - guineense

Ilhas Maurício - mauriciano

Lesoto (LES) - lesotiano

Madagascar (MAD) - malgaxe ou madagascarense

Seicheles (SEY) – seichelense

Togo (TOG) – togolês

AMÉRICA (Americano)

Paisagem de uma praia virginense e suas águas claras
Paisagem de uma praia virginense e suas águas claras
Foto: Wikipédia

Paisagem de uma praia virginense (Reprodução/Wikipedia)

Antígua e Barbuda (ANT) - antiguano

Aruba (ARU) – arubano

Granada (GRN) - granadino

Guatemala (GUA) - guatemalteco

Ilhas Cayman (CAY) - caimanês

Ilhas Virgens Americanas (ISV) - virginense

Ilhas Virgens Britânicas (IVB) – virginense

Santa Lúcia (LCA) – santa-luciense

São Cristóvão e Neves (KNA) – são-cristovense

São Vicente e Granadinas (VIN)  – são-vicentino

Suriname (SUR) - surinamês

Trinidad e Tobago (TRI) - trinitino-tobaguense

ÁSIA (Asiático)

Estudante quirguiz
Estudante quirguiz
Foto: Wikipédia

Criança quirguiz em foto durante aula (Reprodução/Wikipedia)

Bahrein (BHR) - barenita

Bangladesh (BAN) - bangladechiano

Butão (BHU) - butanês

Brunei (BRU) – bruneano

Catar (QAT) - catariano

Cazaquistão (KAZ) – cazaque

Laos (LAO) - laociano

Ilhas Maldivas (MDV) - maldívio

Mianmar (MYA) - birmanês

Hong Kong (HKG) – honconguês

Omã (OMA) - omani

Quirguistão (KGZ) - quirguiz

Sri Lanka (SRI) - cingalês

Tadjiquistão (TJK)- tadjique

Turcomenistão (TKM) - turcomeno

Uzbequistão (UZB) - uzbeque

EUROPA (Europeu)

Foto: Wikipédia

Imagem revela um castelo liechtensteinense (Reprodução/Wikipedia)

Andorra (AND) - andorrano

Azerbaijão (AZE) – azerbaijano (também aceitos: azeri, azéri, azerbaidjano, azerbeijano, azerbaidjanês, azerbaijanês e azerbeijanês)

Chipre (CYP) - cipriota

Geórgia (GEO) – georgiano

Liechtenstein (LIE) - liechtensteinense

Moldávia (MDA) - moldavo

Mônaco (MON) - monegasco

Montenegro (MNE) - montenegrino

San Marino (SMR)– são-marinhense

OCEANIA (Oceânico)

Bandeira quiribatiana
Bandeira quiribatiana
Foto: Wikipédia

Ilustração de uma bandeira quiribatiana (Reprodução/Wikipedia)

Fiji (FIJ) - fijiano

Guam (GUM) - guamês

Ilhas Cook (COK) - cookense

Ilhas Marshall (MHL) - marshallino

Ilhas Salomão (SOL) - salomônico

Kiribati (KIR) - quiribatiano

Nauru (NRU) - nauruano

Palau (PLW) - palauense

Papua Nova Guiné (PNG) - papuásio

Samoa (SAM) - samoano

Samoa Americana (ASA) - samoano

Tonga (TGA) - tonganês

Tuvalu (TUV) - tuvaluano

Vanuatu (VAN) - vanuatuense

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade