1 evento ao vivo

Turquia: em 4º dia de protestos, presidente pede calma a manifestantes

3 jun 2013
07h19
atualizado às 08h13
  • separator
  • 0
  • comentários

O presidente turco Abdullah Gul pediu calma nesta segunda-feira aos manifestantes, após vários dias de confrontos violentos entre a polícia e opositores do governo, ao mesmo tempo que garantiu que a mensagem foi "recebida".

Estudantes protestam no parquet Gezi nesta segunda-feira
Estudantes protestam no parquet Gezi nesta segunda-feira
Foto: AP

"Democracia não significa apenas eleições", afirmou Gul, segundo a agência de notícias Anatolia, no quarto dia de manifestações que deixaram dezenas de feridos. "É normal expressar opiniões diferentes [...] As mensagens transmitidas com boa vontade foram recebidas", disse.

O primeiro-ministro turco Recep Tayyip Erdogan, acusado de autoritarismo e de querer "islamizar" a sociedade turca, enfrenta um movimento de protesto de dimensão inédita desde a chegada ao poder do Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP, islamita moderado) em 2002.

Apesar dos protestos, Erdogan decidiu manter uma viagem prevista pela África do Norte, que começa nesta segunda-feira.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade