0

Lista Árabe Conjunta será a terceira força em Israel, segundo as pesquisas

17 mar 2015
17h47
  • separator
  • 0
  • comentários

A Lista Árabe Conjunta, coalizão de quatro partidos que representam à minoria árabe de Israel, se transformou na terceira força política do parlamento com entre 12 e 13 cadeiras, segundo as pesquisas divulgadas nesta terça-feira pelos três canais de televisão do país após o fechamento das urnas.

De acordo com duas emissoras privadas do país, os canais 2 e 10 a Lista Conjunta ficaria atrás do Likud e da União Sionesta, com 13 cadeiras, enquanto o Canal 1 fala na conquista de 12 cadeiras.

Em ambos dos casos, a coalização árabe, que inclui quatro partidos de linha nacionalista, islâmica e democrata, terá peso considerável na próxima legislatura, embora analistas descartem a possibilidade de integrarem o próximo governo, seja de centro-esquerda ou de direita.

A coalizão foi formada em janeiro, após esforços de conciliar as distintas ideologias, e também pela iniciativa da extrema-direita, de elevar a barreira de acesso ao parlamento de 2% para 3,5%.

Curiosamente, o partido que fez a proposta, o Yisrael Beiteinu, do ministro das Relações Exteriores, Avigdor Lieberman, viu o número de cadeiras ser reduzido de 13 para cinco, segundo as pesquisas iniciais.

Veja também:

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade