0

Iraque ocupa ruínas de emblemática mesquita de Mosul

29 jun 2017
12h27
  • separator
  • comentários

O comandante da ofensiva iraquiana para reconquistar a cidade de Mosul, que desde 2014 está nas mãos do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), anunciou que as forças oficiais ocuparam as ruínas da famosa mesquita al-Nuri.

Fumaça é avistada das ruínas da mesquita de al-Nuti, em Mosul, após ação do exército iraquiano.
Fumaça é avistada das ruínas da mesquita de al-Nuti, em Mosul, após ação do exército iraquiano.
Foto: Reuters

"As forças tomaram o controle da histórica mesquita de al-Nuri, da torre de Hadba e da área comercial na cidade velha de Mosul", disse o tenente-general Abdul Amir Yarallah.

O local tornou-se mundialmente famoso por um discurso feito pelo líder dos extremistas, Abu Bakr al-Baghdadi, em julho daquele ano. Naquele dia, ele informou ao mundo a criação do "Califado islâmico", que tinha Mosul como capital e seguia até a Síria, em uma demonstração de poder dos jihadistas.

A mesquita foi destruída no dia 21 de junho após uma explosão que, até agora, não foi assumida por ninguém. Enquanto o Exército acusou o próprio Isis de explodir o local, fontes informaram que ela foi destruída por um ataque aéreo da coalizão internacional - que negou a ação.

Apesar da vitória iraquiana, o militar informou que há centenas de milicianos do EI em pontos específicos da cidade e que os destroços da mesquita ainda serão analisados para verificar se há bombas instaladas pelos terroristas.

No entanto, após a vitória em campo, a TV de Estado iraquiana declarou que o "Daesh chegou ao fim" no país.

Veja também

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade