PUBLICIDADE

Estado Islâmico captura piloto após avião cair na Síria

Estado Islâmico publicou em contas de mídias sociais fotos supostamente do piloto do avião de guerra

24 dez 2014 11h29
| atualizado às 12h22
ver comentários
Publicidade
Piloto jordaniano foi capturado após seu avião de combate ser derrubado
Piloto jordaniano foi capturado após seu avião de combate ser derrubado
Foto: AFP

Membros do Estado Islâmico capturaram um piloto jordaniano após seu avião de combate ser derrubado no nordeste da Síria nesta quarta-feira, o primeiro capturado da coalizão liderada pelos Estados Unidos que luta contra o grupo jihadista.

As Forças Armadas da Jordânia disseram que um de seus pilotos havia sido capturado depois que seu avião caiu durante um ataque aéreo sobre a província síria de Raqqa nordeste na quarta-feira.

"A Jordânia responsabiliza o grupo (IS) e seus apoiadores pela segurança do piloto e por sua vida", disse um comunicado do Exército lido na televisão estatal. O comunicado não informou se o avião foi abatido.

O Estado Islâmico publicou em contas de mídias sociais fotos supostamente do piloto do avião de guerra que está sendo mantido por membros do grupo, assim como imagens do que eles disseram ser a identificação militar jordaniana do prisioneiro.

As imagens foram verificadas por dois parentes próximos contatados pela Reuters que disseram ter sido informados pelo chefe da força aérea jordaniana que o piloto havia sido capturado.

A Jordânia é um dos países que participam da coalizão liderada pelos Estados Unidos criada para combater o Estado Islâmico e que tem bombardeado alvos do Estado Islâmico na Síria desde setembro.

Arábia Saudita, Qatar, Bahrein e Emirados Árabes Unidos também participaram ou apoiaram os ataques contra alvos Estado Islâmico na Síria, de acordo com o Comando Central dos EUA. A província de Raqqa, que faz fronteira com a Turquia, está quase inteiramente sob o controle de membros do Estado Islâmico.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade