PUBLICIDADE

Oriente Médio

Conselho de Segurança acata recomendação de Ki-moon sobre armas químicas sírias

10 out 2013 - 22h17
Compartilhar

Os membros do Conselho de Segurança da ONU aprovaram, de maneira geral, as recomendações do secretário-geral da organização, Ban Ki-moon, sobre a forma de eliminar o arsenal químico da Síria, disseram fontes diplomáticas nesta quinta-feira.

Em um informe entregue na segunda-feira ao Conselho, Ban recomendou a criação de uma "missão conjunta" da ONU e a Organização para a Proibição das Armas Químicas (Opaq), composta por mais 100 pessoas, com sede em Damasco, e com uma base de retaguarda no Chipre, dirigida por um "coordenador civil especial".

Em uma primeira discussão sobre o documento nesta quinta, os 15 membros do Conselho não apresentaram "qualquer objeção", declarou à imprensa o embaixador russo, Vitali Tchurkin. "A boa cooperação do governo sírio foi destacada", afirmou.

"Todo mundo disse que a ONU e a Opaq fizeram um trabalho maravilhoso", revelou o embaixador francês, Gérard Araud, que descreveu uma "reunião consensual".

No final de setembro, o Conselho adotou uma resolução que exigia a eliminação das armas químicas até meados de 2014.

Uma pequena equipe composta por cerca de 30 especialistas da ONU e da Opaq está na Síria desde 1º de outubro para a operação de desmantelamento do arsenal.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Compartilhar
Publicidade