4 eventos ao vivo

Mundo produz 50 milhões de toneladas de e-lixo ao ano,diz ONU

De acordo com a OIT, somente 20% do lixo eletrônico é reciclado

22 abr 2019
10h09
atualizado às 11h03
  • separator
  • 0
  • comentários

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) das Nações Unidas fez um alerta para o rápido crescimento de lixo eletrônico no mundo, que produz cerca de 50 milhões de toneladas do chamado "e-lixo" por ano. Durante encontro realizado na última semana em Genebra, representantes de governos e organizações sindicais concordaram que as nações devem "aumentar e promover investimento em infraestrutura de gerenciamento de resíduos e sistemas em todos os níveis". Além disso, ainda foi confirmada a necessidade de proteger as pessoas que trabalham com o lixo eletrônico, considerado tóxico e perigoso, que provoca danos aos trabalhadores e também ao meio ambiente.
    De acordo com a OIT, hoje somente 20% do e-lixo é reciclado formalmente, embora o valor esteja avaliado em torno de US$62 bilhões. O objetivo do apelo por ações urgentes para gerenciar de forma mais adequada o "tsunami tóxico" de elétricos e eletrônicos é de que os resíduos possam ser transformados em uma fonte valiosa de trabalho decente. Segundo o estudo uma "Nova Visão Circular para Eletrônicos - Hora de um Reinício Global", publicado em janeiro deste ano e divulgado pela ONU, o Brasil é um dos 11 principais destinos do mundo de materiais eletrônicos descartados. Nos Estados Unidos e no Canadá, cada pessoa produz cerca de 20 quilos de lixo eletrônico por ano, enquanto que na Europa, a quantidade é de 17,7kg. Já na África o número, em média, é de 1,9 kg de lixo eletrônico.

Mundo produz 50 milhões de toneladas de e-lixo ao ano,diz ONU
Mundo produz 50 milhões de toneladas de e-lixo ao ano,diz ONU
Foto: ANSA / Ansa - Brasil
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade