1 evento ao vivo

Papa Francisco diz que não voltará à América Latina antes de 2016

26 out 2013
12h57
atualizado às 12h57
  • separator
  • 0
  • comentários

O papa Francisco revelou neste sábado a um grupo de ex-alunos jesuítas uruguaios que não voltará a visitar a América Latina antes de 2016, ano no qual, segundo o pontífice, se for para a Argentina, também terá que ir para o Chile e Uruguai. "Não sei quando está planejado, antes de 2016 não, com certeza. Mas o que é certo é que se visito Argentina, tenho que visitar Chile e Uruguai, os três juntos. Portanto, estaremos lá", afirmou segundo um comunicado emitido pela Santa Sé.

Por volta do meio-dia deste sábado (hora local), na sala dos papas do Palácio Apostólico, o papa Francisco recebeu em audiência ex-alunos jesuítas do Uruguai e disse que o grupo trazia para ele muitas recordações deste país. "O único que me estranha é que não tenha ninguém com o mate. Não se encorajaram? Aí lhes faltou a veia uruguaia. Porque quando veio o presidente dos senhores (José Mujica) estávamos com o mate", disse o Papa.

Na presença dos jovens uruguaios o Pontífice falou: "Vejo que há muitos meninos; é uma promessa e uma esperança". Ao se despedir, o Papa pediu para que rezassem por ele. "Porque aqui as pessoas são muito boas, são bons companheiros e todos trabalham juntos, mas o trabalho é muito e não é suficiente. Rezem por mim, pelos colaboradores, para que possamos seguir adiante", disse Francisco.

O Papa recebeu antes em audiência privada o presidente da república do Panamá, Ricardo Martinelli, a quem afirmou que seu maior desejo é "acabar com a pobreza" do país.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade