1 evento ao vivo

Após ataque de hacker, votos serão contados à mão na Ucrânia

Ministro do Interior, Arsen Avakov afirmou que reparar o sistema tão próximo à data das eleições presidenciais não é seguro e garante que os resultados serão confiáveis

24 mai 2014
21h11
atualizado às 21h18
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Em Donetsk, membros do comitê eleitoral prepararam um centro para votação</p>
Em Donetsk, membros do comitê eleitoral prepararam um centro para votação
Foto: Reuters

A Comissão Eleitoral Central (CEC) da Ucrânia contará à mão os votos emitidos durante as eleições presidenciais deste domingo depois que um ataque cibernético inutilizou o sistema informático.

"Repará-lo para as eleições já é impossível. A princípio, não é nenhuma catástrofe. Contaremos tudo à mão. Os resultados serão confiáveis", anunciou Arsen Avakov, ministro do Interior, citado por meios de comunicação locais, neste sábado.

Avakov disse que, na quinta-feira, o sistema analítico "Eleições" sofreu um ataque cibernético, previsivelmente realizado pelos insurgentes, o que impossibilita a comunicação entre a CEC e as comissões eleitorais territoriais.

Além disso, denunciou a negligência de alguns responsáveis eleitorais locais por não terem avisado a tempo o Ministério do Interior a fim de sanar o problema antes da abertura dos colégios.

Quase 100 mil soldados se ocuparão de garantir a segurança durante uma votação para a qual estão convocados às urnas mais de 33 milhões de ucranianos, mas isto pode ser insuficiente para garantir o direito a voto nas fortificações pró-russas.

Neste momento, os rebeldes parecem capazes de impedir o voto de grande parte dos cinco milhões de eleitores que residem nas regiões rebeldes de Donetsk e Lugansk.

Foto: Arte Terra

Com informações da EFE e do site InfoResist.

Veja também:

Maior edifício impresso em 3D da Europa está em construção
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade