PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Estados Unidos

Mulher encontra câmera escondida em banheiro de cruzeiro de luxo; funcionário é preso

Polícia achou vários vídeos de mulheres em eletrônicos do suspeito; ele foi detido quando o navio atracou em uma cidade da Flórida (EUA)

7 mar 2024 - 10h12
(atualizado às 10h48)
Compartilhar
Exibir comentários
O navio Symphony of the Seas chega em Marselha - 18/04/2023
O navio Symphony of the Seas chega em Marselha - 18/04/2023
Foto: Gerard Bottino/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

Um funcionário da rede de cruzeiros de luxo Royal Caribbean foi preso sob acusação de instalar câmeras nos banheiros do navio Symphony of the Seas para espionar os hóspedes. As informações são da NBC News.

Segundo a publicação, Arvin Joseph Mirasol, de 34 anos, disse às autoridades que vinha instalando as câmeras desde dezembro de 2023. Ele foi detido no último domingo, 3, depois que o barco atracou na cidade de Fort Lauderdale, na Flórida, nos Estados Unidos.

A prisão aconteceu após uma hóspede, que estava em um quarto com a irmã e a mãe, encontrar uma câmera no balcão embaixo da pia do banheiro e denunciar para a segurança do navio no dia 25 de fevereiro.

Junto com Mirasol, a polícia apreendeu eletrônicos, incluindo celular, cartão SD, câmera e pendrive. Neles, as autoridades encontraram "numerosos vídeos de mulheres nuas", além de pornografia infantil. Um dos vídeos mostra inclusive o próprio homem instalando a câmera no banheiro de um quarto. 

Aos policiais, ele contou que colocava as câmeras nos quartos onde estavam mulheres com 16 anos ou mais. Ele também admitiu que, enquanto os hóspedes tomavam banho, ele entrava nos quartos e se escondia debaixo da cama e gravava eles nus.

O homem tem seis acusações estaduais de voyeurismo no condado de Broward. No Tribunal Distrital da Flórida, nos EUA, ele foi ainda acusado de produção e posse de pornografia infantil.

Em comunicado à TV, a Royal Caribbean disse que tem "tolerância zero para este comportamento inaceitável". "Relatamos isso imediatamente às autoridades e demitimos o membro da tripulação, e continuaremos a cooperar totalmente com as autoridades", informou.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade