0

China detém mais de 200 suspeitos de terrorismo

26 mai 2014
02h29
atualizado às 05h03
  • separator
  • 0
  • comentários

A polícia da região autônoma de Xinjiang, situada no noroeste da China, deteve mais de 200 pessoas durante o mês de maio suspeitas de pertencer a grupos terroristas e de extremismo religioso, segundo informou o departamento de Segurança Pública da região.

A polícia da região autônoma de Xinjiang deteve mais de 200 pessoas durante o mês de maio suspeitas de pertencer a grupos terroristas e de extremismo religioso
A polícia da região autônoma de Xinjiang deteve mais de 200 pessoas durante o mês de maio suspeitas de pertencer a grupos terroristas e de extremismo religioso
Foto: Andy Wong / AP

Os detidos faziam parte de até 23 organizações estabelecidas no sul da região, nas cidades de Hotan, Kashgar e Aksu, onde a maioria de seus habitantes são de etnia uigur, de religião muçulmana.

Além disso, segundo o departamento, citado pela agência Xinhua, as forças de segurança confiscaram mais de 200 artefatos explosivos.

A maioria dos detidos "tem entre 20 e 30 anos, contavam com material audiovisual que enaltecia o terrorismo e estavam aprendendo a fabricar explosivos". A região autônoma de Xinjiang é um dos pontos de ebulição da China após décadas de conflito entre os uigures e a etnia majoritária han.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade