0

Cristina Kirchner deve ficar um mês de repouso por lesão cardiovascular

6 out 2013
01h11
atualizado às 01h22
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A presidente argentina, Cristina Kirchner, deve ficar um mês de repouso por causa de uma lesão cardiovascular, segundo diagnosticaram neste sábado os médicos que a atenderam em um hospital de Buenos Aires, informaram fontes oficiais.

A presidente sofreu uma "coleção subdural crônica" - um tipo de hematoma - que a obrigará a suspender suas atividades habituais durante 30 dias, de acordo com um comunicado divulgado após a revisão médica à qual Cristina foi submetida na Fundación Favaloro, onde ficou internada durante dez horas.

Cristina, de 60 anos, deu entrada no hospital para fazer "um estudo cardiovascular por causa de uma arritmia, e devido a ter apresentado um quadro de dor de cabeça, foi pedida uma avaliação neurológica", acrescentou o comunicado lido pelo porta-voz da Presidência argentina, Alfredo Scoccimarro.

A governante, explicou o porta-voz, sofreu no último dia 12 de agosto um traumatismo craniano que a obrigou a realizar uma tomografia computadorizada do cérebro que se mostrou "normal" e que não tinha gerado complicações até agora.

O problema surpreendeu a presidente em plena campanha eleitoral para as eleições legislativas do próximo dia 27 de outubro, na qual ela deveria ter uma participação muito importante.

Após a revisão médica, Cristina Kirchner, acompanhada de sua filha Florencia, voltou para a residência oficial de Olivos, na periferia norte da capital argentina.

Veja também:

Paris inaugura maior horta urbana da Europa
EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade