0

Brasil condena golpe em Honduras e pede retorno do presidente

28 jun 2009
14h20
atualizado às 14h28

O governo brasileiro condenou "de forma veemente" o golpe de Estado que tirou o presidente José Manuel Zelaya do poder neste domingo e pediu que ele seja reposto.

"Ações militares desse tipo configuram atentado à democracia e não condizem com o desenvolvimento político da região", disse o Ministério das Relações Exteriores em seu site.

"Eventuais questões de ordem constitucional devem ser resolvidas de forma pacífica, pelo diálogo e no marco da institucionalidade democrática".

Soldados de Honduras detiveram Zelaya em sua residência e o levaram contra a sua vontade para a Costa Rica.

O governo brasileiro pediu que o "presidente Zelaya seja imediata e incondicionalmente reposto em suas funções" e informou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva segue acompanhando a situação.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
publicidade