2 eventos ao vivo

Médico ucraniano e sua mulher são sequestrados na Líbia

Sequestro aconteceu em reduto de grupos islamitas

25 set 2014
11h02
  • separator
  • comentários

Um médico e sua esposa ucranianos foram sequestrados na cidade de Benghazi, no leste da Líbia, cenário de atos violentos, anunciou o ministério da Saúde.

Benghazi é o reduto de grupos islamitas, entre eles o radical Ansar Asharia, considerado terrorista por Washington e Trípoli. Nesta cidade, são muitos os assassinatos e sequestros de estrangeiros, em particular ocidentais.

O ministério líbio denunciou o ato irresponsável e pediu que os sequestradores libertem os reféns, que são funcionários do hotel Al Huari de Benghazi.

A Líbia está mergulhada no caos pelos confrontos entre milícias armadas e influentes tribos que lutam pelo poder.

Além disso, há uma profunda crise política e uma anarquia institucional, com dois governos e dois parlamentos paralelos que reivindicam sua legitimidade.

O país viveu em 2011 uma revolta que resultou na queda do regime do ditador Muamar Khadafi.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade