PUBLICIDADE

Jacarezinho amanhece sem tiros; grupo protesta contra mortes

Cerca de 50 pessoas se reuniram próximo à comunidade, em frente à Cidade da Polícia, que reúne delegacias especializadas da Polícia Civil

7 mai 2021 09h18
ver comentários
Publicidade

Um dia depois da operação policial mais letal da história do Rio de Janeiro, a favela do Jacarezinho não registra tiroteios na manhã desta sexta-feira, 7. Viaturas da Polícia Militar fazem patrulhamento nas ruas de acesso à comunidade da zona norte, sem incidentes.

Policiais apontam suas armas durante operação na favela do Jacarezinho no Rio de Janeiro
06/05/2021 REUTERS/Ricardo Moraes
Policiais apontam suas armas durante operação na favela do Jacarezinho no Rio de Janeiro 06/05/2021 REUTERS/Ricardo Moraes
Foto: Reuters

Próximo à favela, um grupo com cerca de 50 pessoas realizava no início da manhã uma manifestação pacífica em frente à Cidade da Polícia, que reúne delegacias especializadas da Polícia Civil. A operação de quinta-feira (6) foi realizada por 250 agentes da corporação. A PM não participou da ação que resultou em 25 mortes.

Apesar disso, entre os manifestantes foi estendida uma faixa que pede o "fim da Polícia Militar". O grupo pede "Justiça pelo Jacarezinho - Fim do massacre nas favelas" e quer investigação profunda e isenta sobre a ação de quinta-feira.

Estadão
Publicidade
Publicidade