0

Harmonização Facial: Dr Fabio Ricardo Barros explica os cuidados com os procedimentos estéticos

19 jun 2020
16h45
atualizado em 20/6/2020 às 06h39
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Nem moda, nem vaidade, o procedimento de harmonização facial tem sido muito realizado por homens e mulheres, sem distinção e com objetivos claros. Seja por questões profissionais, ou pessoais, como melhora da autoestima. O cirurgião dentista Dr. Fabio Barros destaca que a decisão de realizar qualquer procedimento deve ser atrelada à qualidade do profissional e não à uma possível "fama".

Harmonização Facial
Harmonização Facial
Foto: Divulgação / JayPRO

Quando o paciente decide realizar a harmonização facial, além  de procurar saber se o profissional está seguindo todas as orientações de biossegurança, deve também procurar avaliar a formação e experiências do profissional, alerta o Dr. Fabio Barros.

Qualquer pessoa pode realizar procedimentos estéticos faciais, com exceção de pessoas que não estejam bem de saúde e menores de idade, explica Dr. Fabio Barros. Portanto, o candidato a realizar a harmonização facial, "é quem não está satisfeito com algo ou deseja realçar seu rosto, ou seja, para esconder o que não lhe agrada e valorizar o que já é bonito" - ensina o cirurgião com formação no exterior.

Uma das maiores preocupações, principalmente das mulheres, é o exagero ou a artificialidade, principalmente no preenchimento labial. Dr. Fabio Barros diz que ter cuidado com a naturalidade em todos os procedimentos é fundamental. E conta que, por muitas vezes já teve que aconselhar a pessoa a buscar outros lugares para tratamento.

- Quando o paciente começa a buscar algo muito exagerado, prefiro encaminhar para outro profissional. Os procedimentos estéticos ideais, na minha concepção, são aqueles que demoram a ser notados - explica Dr. Fabio Barros.

Em um mundo onde as barreiras do preconceito estão sendo quebradas, o homem se preocupa muito mais com seu bem-estar, físico e psicológico. De acordo com o Dr. Fabio Barros, muitos o procuram para realizar o procedimento de harmonização facial.

- No meu consultório atendo homens e mulheres. A maioria dos homens buscam uma definição e aumento do ângulo da mandíbula, já que está associado à ideia da masculinidade, autoconfiança e beleza. Essas mudanças são fundamentais no aumento da autoestima do paciente - observa.

Todo este cuidado e preocupação com uma melhor aparência que reforça a autoconfiança, pode ser prejudicada por um mau atendimento. Para o paciente não correr riscos o Dr. Fabio Barros dá algumas dicas muito importantes ao escolher o profissional adequado.

- Os cirurgiões dentistas estudam a face durante 5 anos, são os cirurgiões bucomaxilos que atendem qualquer paciente politraumatizado de face nos hospitais da rede pública e privada, portanto, convivem diariamente com várias situações

                                                                 

Foto: Gustavo Bresciani
Foto: Gustavo Bresciani
Foto: JayPRO

Assim é fundamental: 

● Verificar se o profissional segue todos os protocolos de biossegurança em seu consultório.

● Que o profissional seja qualificado, esteja sempre se reciclando e seja bastante experiente;

● Uma conversa clara com o profissional na consulta inicial;

● Pesquise. A internet oferece esta possibilidade. Veja a sua formação, cursos e casos realizados pelo profissional;

● Na avaliação, busque o maior número de informações. Não tenha vergonha!

Finaliza Dr. Fabio Barros, Pós-graduado em cirurgia bucomaxilofacial, Master em Harmonização Facial em Miami e credenciado em fios faciais na Coreia do Sul.

ASSISTA AO VÍDEO SOBRE BIOSSEGURANÇA NOS CONSULTÓRIOS: https://www.youtube.com/watch?v=BNN8ND3bHgQ&feature=youtu.be

www.drfabiobarros.com.br

@fabioricardobarros

Fotos da matéria: Foto: Gustavo Bresciani

Veja também:

Investigação da BBC revela tortura e abusos em escolas islâmicas no Sudão
JayPRO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa JayPRO e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade