0

RJ: carro de som chama Aécio de playboy e inimigo do Rio

23 out 2014
14h07
atualizado às 14h08
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Ex-presidente Lula assumiu o microfone ap&oacute;s passagem do&nbsp;carro</p>
Ex-presidente Lula assumiu o microfone após passagem do carro
Foto: Fernando Diniz / Terra

Antes de um evento com o ex-presidente Luiz Inácio da Silva em São Gonçalo (RJ), um carro de som do PT veiculava um áudio que chamava o candidato Aécio Neves (PSDB) de “playboy almofadinha” e “inimigo do Rio de Janeiro”. Os alto-falantes propagavam que o tucano votou contra o Estado na divisão dos royalties do petróleo e que também foi contrário ao aumento do salário mínimo.

“Ele votou contra a política de salário mínimo e planeja retirar os direitos da CLT. E agora quer ser presidente, para acabar com os direitos dos pobres e governar para os ricos. Ele diz que é contra a corrupção, mas construiu um aeroporto no terreno do seu tio, em Minas. Todos sabem que empregou parentes no governo mesmo assim tenta dar lição de moral nos outros, mas não cola”, diz o áudio. “O povo brasileiro não vai permitir que as conquistas dos últimos 12 anos sejam liquidadas por um playboy almofadinha”, acrescenta.

Lula foi fazer campanha em São Gonçalo enquanto a presidente DilmaRousseff (PT) participava de reuniões com sua equipe de campanha em um hotel da Barra da Tijuca. O ex-presidente desfilou no centro da cidade em carro aberto com o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), o senador Lindberg Farias (PT) e a deputada federal Benedita da Silva (PT).

A rua foi tomada por bandeiras dos dois candidatos ao governo do Rio que disputam o segundo turno, Luiz Fernando Pezão (PMDB) e Marcelo Crivella (PRB). Os dois apoiam Dilma.

Veja também:

Suspeito de ameaçar ex-esposa é flagrado pela PM com espingarda
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade