1 evento ao vivo

Médico libera Bolsonaro para debates: "depende dele"

Candidato do PSL já admitiu que pode faltar aos embates com Fernando Haddad (PT) por razões "estratégicas"

18 out 2018
14h17
atualizado às 15h15
  • separator
  • comentários

O médico cirurgião Antonio Luiz Macedo disse nesta quinta-feira (18) que a presença de Jair Bolsonaro em debates na televisão depende do próprio candidato. A declaração foi dada ao jornal "Folha de S. Paulo", após o médico ter examinado o deputado federal do PSL no Rio de Janeiro.

Jair Bolsonaro durante ato de campanha em São Paulo
Jair Bolsonaro durante ato de campanha em São Paulo
Foto: ANSA / Ansa

Macedo, que acompanha a evolução de Bolsonaro desde a facada, no dia 6 de setembro, visitou o candidato em sua residência na capital fluminense. "Depende dele", disse o médico, ponderando, porém, que alguns pacientes submetidos a colostomia respondem de maneira mais lenta.

Pouco depois, Macedo divulgou uma nota afirmando que o presidenciável "apresenta boa evolução clínica" e que "a avaliação nutricional evidenciou melhora da composição corpórea, mas ainda exigindo suporte nutricional e fisioterapia".

Bolsonaro já deixou de participar de quatro debates no segundo turno (Band, Gazeta, RedeTV e SBT), porém ainda teria mais dois: na Record, em 21 de outubro, e na Globo, no dia 26. Seu adversário, Fernando Haddad (PT), já disse que aceitaria debater até em uma "enfermaria", enquanto o deputado ironiza o ex-prefeito dizendo que o verdadeiro candidato petista é Lula. Além disso, Bolsonaro já admitiu que pode faltar aos próximos debates por razões "estratégicas".

Veja também

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade