0

Reino Unido registra mais 684 mortes por coronavírus

Óbitos aumentaram 23% em um dia e somam 3.605 desde que a pandemia começou na região

3 abr 2020
11h49
atualizado às 12h02
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O número de mortes pelo coronavírus no Reino Unido aumentou em 684 e chegou a 3.605 na tarde desta sexta-feira (horário local), um aumento de 23% em relação ao dia anterior. Até a manhã desta sexta um total de 173.784 pessoas haviam sido examinadas, das quais 38.168 tiveram um diagnóstico positivo.

Ciclista atravessa ponte de Westminster vazia em Londres em meio à pandemia de Covid-19
03/04/2020 REUTERS/Hannah McKay
Ciclista atravessa ponte de Westminster vazia em Londres em meio à pandemia de Covid-19 03/04/2020 REUTERS/Hannah McKay
Foto: Reuters

Stephen Powis, diretor médico do Serviço Nacional de Saúde da Inglaterra, disse em um briefing em Downing Street na quinta-feira que um índice de mortalidade alto continuará a ser visto "ainda durante algumas semanas". Powis ainda declarou que alguns estudos acadêmicos iniciais apontam que a taxa de transmissão na comunidade podem ter caído.

Cientistas do governo britânico afirmaram que o Reino Unido se sairá bem se mantiver o total de óbitos pelo coronavírus abaixo de 20 mil.

A pior projeção do governo antevê um total de 50 mil mortos pelo coronavírus se o isolamento não for cumprido, mas o país não está a caminho deste número no momento, disse à reportagem uma fonte a par dos debates de emergência do governo.

De acordo com a fonte, que falou pedindo anonimato devido à sensibilidade do tema, prevê-se que o dia com mais fatalidades será 12 de abril, que neste ano é o Domingo de Páscoa.

O ministro da Saúde, Matt Hancock, declarou nesta sexta-feira que não diverge dos relatórios segundo os quais 12 de abril será o pico.

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade