Pazuello reconhece que o país vive "nova etapa da pandemia"

O ministro da Saúde disse ainda que as novas cepas, com maior velocidade de transmissão, podem pegar de surpresa os gestores de saúde

25 fev 2021
18h03 atualizado às 18h10
0comentários
18h03 atualizado às 18h10
Publicidade

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta quinta-feira que a nova variante do coronavírus que circula no Brasil contamina três vezes mais do que as cepas anteriores do vírus, e destacou que a velocidade da transmissão pode pegar de surpresa os gestores de saúde.

O Brasil vive atualmente uma "nova etapa da pandemia" devido à variante do Amazonas, afirmou Pazuello, que destacou a vacinação e o atendimento imediato aos pacientes da Covid-19 como estratégias do ministério para conter a doença.

Pressionado, Pazuello pede ajuda do Planalto para comprar vacinas da Janssen e Pfizer
Pressionado, Pazuello pede ajuda do Planalto para comprar vacinas da Janssen e Pfizer
Foto: Adriano Machado / Reuters

Segundo o ministro, entre 13 e 14 milhões de doses de vacinas já foram distribuídas aos Estados para aplicação nos grupos prioritários, e será possível vacinar metade da população que será imunizada até a metade do ano e a outra metade até o final do ano.

Veja também:

Como as novas variantes do coronavírus podem afetar a vacinação contra covid:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade