0

Auxílio emergencial: saiba como usar o cartão de débito virtual

Funcionalidade está disponível para todos os beneficiários pelo aplicativo CAIXA Tem e permite compras em sites e alguns supermercados e transferências para aplicativos de carteira virtual, como PicPay e Mercado Pago

29 mai 2020
17h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Ao anunciar o novo calendário de pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal, a Caixa Econômica Federal informou que já iria disponibilizar a segunda parcela em contas Poupança Social Digital a partir de 20 de maio. Apesar disso, o beneficiário ainda não pode sacar ou transferir o valor para uma conta bancária. Essa movimentação só será possível a partir da data de saque das contas digitais, que começa em 30 de maio e se estende até 13 de junho, de acordo com o aniversário do beneficiário.

Caso a pessoa precise utilizar esse dinheiro antes da data de saque, deve utilizar o aplicativo CAIXA Tem, tanto para pagar contas quanto para fazer compras online ou presencialmente. A opção oferecida pelo aplicativo para comprar na internet é o cartão de débito virtual, que já está pré-aprovado para todos os beneficiários do auxílio. Também é por ele que algumas pessoas têm transferido o valor do auxílio para aplicativos de carteira virtual, como PicPay e Mercado Pago. Veja como emitir e utilizar o seu.

Como emitir o cartão de débito virtual pelo aplicativo CAIXA Tem

Para emitir o Cartão de Débito Virtual, basta entrar no aplicativo CAIXA Tem, entrar na opção "Cartão de débito virtual" e inserir a senha do aplicativo. 
Para emitir o Cartão de Débito Virtual, basta entrar no aplicativo CAIXA Tem, entrar na opção "Cartão de débito virtual" e inserir a senha do aplicativo.
Foto: Reprodução/CAIXA Tem / Estadão

Primeiro, é preciso baixar a versão mais recente do aplicativo CAIXA Tem. Assim que entrar com seu login e senha, procure entre os ícones a opção "Cartão de Débito Virtual". Segundo a Caixa, essa opção geralmente é a última da lista. Depois de clicar no botão, insira sua senha do CAIXA Tem para gerar o cartão. Em seguida, você terá uma imagem do cartão com o nome, o número e a validade.

Você também vai encontrar o espaço "Código de segurança". Diferente dos cartões físicos, em que o código de segurança é fixo e fica atrás do cartão, o código do Cartão de Débito Virtual precisa ser gerado toda vez que for utilizado. Cada código vale para uma compra ou por um período limitado de tempo, que dura alguns minutos.

Várias lojas online e algumas lojas físicas já aceitam os pagamentos com cartão de débito, incluindo o cartão virtual.

Como transferir o auxílio emergencial para carteiras virtuais, como PicPay e Mercado Pago

Alguns aplicativos de pagamento digital, também conhecidos como "carteiras virtuais", têm sido uma opção para quem quer escapar da data de saque para fazer transferências. O aplicativo que começou essa tendência foi o PicPay, que permite transferir dinheiro do auxílio para o programa no celular sem cobrar qualquer taxa. Em seguida, outras empresas, como o Mercado Pago, seguiram o exemplo.

Pelo PicPay, o beneficiário precisa ter uma conta no aplicativo. Após entrar no aplicativo, vá para a aba "Carteira" e clique em "Adicionar" para enviar um novo valor para seu saldo do aplicativo. Entre as opções, clique em "Cartão de débito virtual Caixa", informe que já tem o cartão, insira os dados do cartão e digite a quantia que deseja transferir. Em seguida, basta confirmar a ação.

Alguns usuários, no entanto, reclamaram que o valor do auxílio não caiu no saldo do PicPay, e temiam ter perdido o dinheiro. Segundo a empresa, por conta de instabilidades no sistema, isso pode ocorrer. Nesses casos, o valor transferido é estornado e estará disponível novamente no aplicativo CAIXA Tem.

No Mercado Pago, o processo é parecido. Se tiver uma conta no aplicativo, clique no botão "Adicionar dinheiro" e selecione a opção "Cartão virtual CAIXA". Em seguida, informe quanto você quer transferir da conta poupança digital para o Mercado Pago e clique em "Cartão de débito virtual Caixa" quando o aplicativo perguntar como você deseja adicionar o valor ao saldo. Por fim, insira as informações do cartão e confirme a transação.

Para transferir o valor do auxílio emergencial para o Mercado Pago, basta entrar no aplicativo, escolher "Adicionar dinheiro", selecionar a opção "Cartão de débito virtual Caixa", inserir o valor que deseja transferir e preencher as informações do cartão.
Para transferir o valor do auxílio emergencial para o Mercado Pago, basta entrar no aplicativo, escolher "Adicionar dinheiro", selecionar a opção "Cartão de débito virtual Caixa", inserir o valor que deseja transferir e preencher as informações do cartão.
Foto: Reprodução/Mercado Pago / Estadão

Com esses aplicativos, é possível fazer o saque do valor do auxílio nos terminais da rede Banco24Horas ou transferir o valor para outros bancos.

Como transferir o auxílio para bancos digitais que aceitam depósito por boleto

Como o aplicativo CAIXA Tem permite o pagamento de contas por boleto, há também um jeito de transferir o valor do auxílio emergencial para os vários bancos digitais, como Nubank, Inter e Neon, já que oferecem a possibilidade de depósito em conta com a emissão de boletos.

Para isso, basta entrar no aplicativo do banco digital, acessar a opção de gerar boleto para depósito, informar o valor do depósito (não pode ser maior que o valor que você tem disponível na sua conta Poupança Social Digital, confira o saldo pelo CAIXA Tem) e emitir o boleto. Em seguida, é só pagar o boleto pelo aplicativo da Caixa. Nessa modalidade, o dinheiro deve demorar entre 1 e 3 dias úteis para ser creditado na conta, dependendo do banco.

Veja também:

Bolsonaro viraliza com uso e defesa polêmica da hidroxicloroquina
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade