PUBLICIDADE
AO VIVO
Mariana Aydar canta ao vivo ‘Boy Lixo’ e outros hits no Terraiá, o São João do Terra

Produção de madeira da Amazônia pode cair 64% até 2030

23 dez 2011 - 10h42
Compartilhar

A produção de madeira nativa da Amazônia em áreas privadas deve baixar 64% nos próximos vinte anos. Atualmente, o Brasil produz cerca de 14 milhões de metros cúbicos. Número que deve cair para 5 milhões até 2030. Nesse mesmo período, de acordo com a previsão de técnicos do governo, a demanda deve quadruplicar, chegando a 21 milhões de metros cúbicos. Os dados são resultado de um estudo realizada pelo Serviço Florestal Brasileiro (SFB) e pelo Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam).

Segundo o gerente de Planejamento do SFB, José Humberto Chaves, mesmo com o setor madeireiro aquecido no País, há uma tendência de queda na produção de madeira nativa em áreas privadas. Chaves explica que isso ocorre por causa de problemas fundiários na Amazônia, pela falta de áreas privadas com floresta em situação fundiária regular e pelo aumento da fiscalização.

De acordo com o estudo, para ampliar a produção legal de madeira nativa, será necessário disponibilizar áreas para manejo em florestas públicas, principalmente nas que ainda não tem uso definido. São mais de 64 milhões de florestas públicas sem uso definido no País. Estima-se que para gerar 21 milhões de metros cúbicos de madeira por ano seriam necessários 36 milhões de hectares de terras.

Fonte: DiárioNet DiárioNet
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra