PUBLICIDADE

Chacina em comunidade do Rio de Janeiro já soma 25 mortos

A operação realizada nesta terça (24) na Vila Cruzeiro, zona norte do Rio, já é a segunda mais letal, ficando atrás da ação em Jacarezinho

25 mai 2022 16h47
| atualizado às 16h56
ver comentários
Publicidade
Ação policial na Vila Cruzeiro deixou 11 mortos
Ação policial na Vila Cruzeiro deixou 11 mortos
Foto: Divulgação

O número de mortos na operação policial acontecida nesta terça (24), na Vila Cruzeiro, zona norte do Rio de Janeiro, chega a 25. Com isso, a ação já é considerada a segunda mais letal em um ano de gestão do governador Cláudio Castro (PL), ficando atrás da ação na favela do Jacarezinho, com 28 óbitos.

Em nota enviada ao Terra, o Hospital Estadual Getúlio Vargas afirmou que já receberam 28 pessoas na unidade, que fica na Penha. “Desse total, 21 chegaram mortas e outras duas evoluíram a óbito após atendimento. Quatro pacientes seguem internados, sendo um em estado grave e três estáveis. Um outro foi transferido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP)”.

A Secretaria de Estado da Saúde informou ainda que os corpos estão sendo encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) da Secretaria de Estado de Polícia Civil.

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro confirmou através de comunicado oficial que uma pessoa morreu atingida por um disparo em Chatuba, favela vizinha à Vila Cruzeiro. A vítima foi identificada como Gabrielle Ferreira da Cunha, de 41 anos.

ENTENDA COMO FOI A OPERAÇÃO

A ação foi executada pela Polícia Militar do Rio de Janeiro com a justificativa de impedir o movimento de criminosos ligados ao Comando Vermelho (CV) da Vila Cruzeiro para a Rocinha, na zona sul do Rio.

Segundo a Secretaria de Estado de Polícia Militar, as equipes se preparavam para a operação quando “criminosos começaram a fazer disparos de arma de fogo na parte alta da comunidade. Uma pessoa foi ferida na Chatuba, uma comunidade fora da área da operação, e veio a óbito no local”.

A nota ainda traz dados sobre o resultado da operação. “Onze criminosos foram localizados feridos e houve apreensão de 13 fuzis, quatro pistolas e 12 granadas, além de drogas a serem contabilizadas”.

 

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade