PUBLICIDADE

Sem-terra invadem fazenda de brasileiro no Paraguai

4 jan 2009 18h45
| atualizado às 19h21
Publicidade

Integrantes paraguaios de grupos denominados como sem-terra invadiram neste domingo a fazenda de um brasileiro em Curuguaty, na fronteira com o Paraná, parte da qual pretendem que o governo tome e lhes conceda, informaram hoje fontes policiais.

» vc repórter: mande fotos e notícias

Dezenas de sem-terra invadiram a fazenda de Joaquim Fernandes Martins para exigir das autoridades 6.634 hectares que, segundo eles, foram concidadãs em 1993 ao brasileiro pelo então Instituto de Bem-Estar Rural (IBR).

Os invasores também acusam que na fazenda de Fernandes teriam ocorrido vários crimes, entre eles o homicídio do agricultor Esteban Hermosilla em 2004, e o roubo de motocicletas, e que na fazenda haveria uma pista clandestina de aterrissagem.

A promotora Filomena Benítez, em companhia de vários policiais, conversou ontem com os sem-terra, poucas horas depois após invadirem a fazenda.

A agente do Ministério Público deu-lhes prazo até amanhã para abandonar a área, enquanto os ocupantes ilegais anunciaram, por sua parte, que decidirão em uma assembléia se acataram a determinação.

EFE   
Publicidade