PUBLICIDADE

PR: carro atropela grávida e mais um em frente a presídio

8 dez 2014 18h37
| atualizado às 20h10
ver comentários
Publicidade

Um motorista que dirigia em alta velocidade atropelou duas mulheres, uma delas grávida, na manhã de sábado (6), em frente à cadeia pública de Ponta Grossa (PR). Ambas não correm risco de morte. O advogado do motorista procurou a Polícia Civil e afirmou que seu cliente dormiu ao volante por ter bebido e estar cansado.

O delegado Flávio Ernesto Gaya Zanin, da 13º Subdivisão Policial, que cuida do caso, afirmou que está ouvindo os envolvidos no caso, mas ainda é cedo para afirmar o que houve. "O condutor ainda não prestou depoimento formalmente, mas a versão que seu advogado contou é que seu cliente havia participado da festa Munchen que está ocorrendo na cidade. Após a festa, ele teria deixado várias pessoas nas suas respectivas casas e voltava para a sua - ele mora perto do local dos fatos - quando dormiu ao volante", contou Zanin.

A polícia também investiga a informação de que a mulher grávida, que não perdeu o bebê, seria ex-namorada do motorista: "ele nega esse fato. Ainda não falamos com a vítima para saber se é verdade", disse Zanin.

O carro, um Fiat Uno branco, foi apreendido próximo ao presídio, rebocado para o pátio da delegacia, onde passará por perícia.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade