0

MT: PM prende pai, mãe e filhos acusados de formar quadrilha

Morador da região desconfiou que havia movimentação estranha na residência da família e ligou para a Polícia, denunciando, anonimamente, o caso

11 nov 2014
17h03
  • separator
  • comentários

A Polícia Militar prendeu uma família inteira acusada de envolvimento com o furto, receptação e desmanche de veículos em Cuiabá (MT). Pai, mãe e dois filhos, sendo um deles menor de 18 anos, estavam em casa, quando foi feito o flagrante, na noite da segunda-feira (10).

Comunidade local acreditava que Ubaldo de Jesus, de 54 anos, fosse um mecânico. Mas trata-se de um dos maiores ladrões de veículos de MT
Comunidade local acreditava que Ubaldo de Jesus, de 54 anos, fosse um mecânico. Mas trata-se de um dos maiores ladrões de veículos de MT
Foto: Polícia Militar-MT

Conforme a PM, a residência não se diferenciava em nada de outras localizadas no bairro Pedra 90, na periferia de Cuiabá (MT). A comunidade local acreditava que Ubaldo de Jesus, de 54 anos, fosse, talvez, um mecânico, como tantos outros que existem na região. Mas, de acordo com o tenente coronel Esnaldo de Souza Moreira, comandante do 24º Batalhão, responsável pelo policiamento da região, trata-se de um dos maiores ladrões de veículos do Estado. Um dos moradores da região desconfiou que estava estranho o movimento naquela casa e ligou para a Polícia, denunciando, anonimamente, o caso.

O furto de veículos em Cuiabá aumentou mais de 100% em dois anos. O número de casos registrados de janeiro a outubro de 2012 ficou em 367. No mesmo período, em 2014, chegou a 794. É o que mostram as estatísticas da Polícia Judiciária Civil, que analisa os números para tentar coibir a prática.

<p>Foram recolhidas armas, muni&ccedil;&otilde;es, celulares, notebook e uma balan&ccedil;a de precis&atilde;o, possivelmente usada para pesar drogas</p>
Foram recolhidas armas, munições, celulares, notebook e uma balança de precisão, possivelmente usada para pesar drogas
Foto: Polícia Militar-MT

Ubaldo, a mulher dele Maria Aparecida Alves e um dos filhos, Diogo Alves de Jesus, 18, vão responder por desmanche e receptação de veículos. O filho mais novo, que também foi apreendido, deve responder por crimes semelhantes mas através de medida socioeducativa.
Quando viu a PM se aproximar da residência onde vive com a família, que também é o local da prática desses crimes, Ubaldo tentou escapar, mas não conseguiu fugir e foi detido.

Dentro da residência da família “de Jesus”, a PM encontrou um arsenal de armas, entre elas uma pistola israelense (9mm), de uso restrito das Forças Armadas, e um revólver Taurus, calibre 38. Além disso, havia muita munição, de calibres 9mm, 40, 38, 12, 380 e 22. A PM apreendeu também mais de 10 celulares, uma balança de precisão costumeiramente usada para pesar drogas, e placas, que provavelmente serviam para clonar os veículos. Um Gol G5, encontrado no quintal já sendo desmanchado, foi guinchado.

A Polícia explica que os acusados de envolvimento nesta quadrilha usam vários carteiras de identidade principalmente da Bahia e de São Paulo, o que dificultou a identificação rápida de cada um deles. A suspeita é a de que o bando migrou desses estados para atuar em Cuiabá.
Após a denúncia anônima, por mais de um mês a Agência de Inteligência da PM estudou a dinâmica da casa.  “Fizemos vigilância à paisana, de dia e de noite”, explica o comandante Esnaldo.

O caso foi encaminhado para a Central de Flagrantes da região e depois para Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DERFVA) de Cuiabá para a investigação continuada da quadrilha. O comandante Esnaldo destaca por exemplo que é preciso saber ainda para quem estas peças estavam sendo vendidas, porque comprar objetos furtados ou roubados também é crime de receptação.

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade